Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 17 de maio de 2016. Atualizado às 20h35.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

petróleo

17/05/2016 - 20h35min. Alterada em 17/05 às 20h35min

Petrobras: novo prazo de Marlim e Voador garantirá aproveitamento máximo

A Petrobras informa que a prorrogação do prazo de produção dos campos de Marlim e Voador, formalizada nesta terça-feira (17), tem como objetivo garantir o máximo aproveitamento econômico das reservas existentes.
Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliário (CVM), a empresa destaca que o processo se dará através de projetos de revitalização desses campos, que preveem a instalação de duas novas plataformas, bem como a ampliação da capacidade de injeção de água e de processamento de fluidos, além da perfuração de dez novos poços.
A empresa assinou hoje, com a ANP, a prorrogação dos contratos de concessão dos campos de Marlim e Voador, até 2052. A extensão da Fase de Produção dos campos segue a diretriz da Resolução nº 2/2016 do CNPE, que autorizou a Agência a prorrogar os contratos de concessão firmados na Rodada Zero, em 1998. Originalmente esses contratos terminariam em 2025.
Em março, os campos de Marlim e Voador produziram, em conjunto, cerca de 150 mil barris de petróleo e dois milhões de metros cúbicos de gás por dia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia