Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 09 de maio de 2016. Atualizado às 22h41.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 10/05/2016. Alterada em 09/05 às 22h40min

Maioria das queixas no Procon recai sobre telefônicas

Reclamações contra as empresas de TV por assinatura subiram 5,13%

TV POR ASSINATURA


EBC AGÊNCIA BRASIL/DIVULGAÇÃO/JC
A área de telefonia recebeu, em abril, 27,03% do total de 2.554 reclamações registradas no Procon Porto Alegre no período. Em comparação ao mês de março, houve um aumento das queixas contra as telefônicas, da ordem de 4,62%. Também ocorreu em abril um incremento nas reclamações contra as empresas de TV por assinatura Net e Sky, que em março computaram 5,13% e, em abril, totalizaram 5,59% das queixas.
A campeã de reclamações entre as telefônicas foi a Claro, responsável por 7,28% do total do mês. Em segundo lugar está a Oi, registrando 6,73% das queixas. Em terceiro lugar está a Vivo, com 5,12%, seguida pela GVT com 3,99% das reclamações. Em quinta colocação aparece a TIM, com 3,91% dos registros. À empresa Net Sul coube 3,91% do total de reclamações do mês, e à Sky, 1,68%.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia