Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 04 de maio de 2016. Atualizado às 17h41.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

04/05/2016 - 17h41min. Alterada em 04/05 às 17h41min

Petróleo fecha sem direção única ante dados de estoques e incêndio no Canadá

Os preços do petróleo encerraram o dia sem direção única, com os investidores avaliando o impacto da interrupção da produção em Alberta, no Canadá, devido a um incêndio florestal e o aumento nos estoques da commodity nos EUA.
Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o WTI para junho fechou em alta de 0,30%, a US$ 43,78 por barril, enquanto na Intercontinental Exchange (ICE), o Brent para julho recuou 0,78%, para US$ 44,62 por barril.
Nesta manhã, o Departamento de Energia dos EUA (DoE) informou que os estoques norte-americanos de petróleo bruto subiram 2,784 milhões de barris na semana encerrada em 29 de abril, para 543,394 milhões de barris, registrando novo recorde semanal. O avanço foi maior do que o esperado por analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam alta de 1,2 milhão de barris.
Os estoques de gasolina também aumentaram, em 536 mil barris, para 241,795 milhões de barris, contrariando a expectativa de recuo de 200 mil barris. Os números acirraram as preocupações com o excesso de oferta, pressionando os preços.
"Os dados mostram o quão excessiva está a oferta", diz Robbie Fraser, da Schneider Electric.
Por outro lado, a notícia de que o incêndio que atinge uma floresta na província de Alberta, no Canadá, levou as petrolíferas da região a interromper a produção ou reduzir as atividades influenciou o mercado em sentido contrário.
"O incêndio em Alberta definitivamente direcionou as compras de WTI hoje", disse Phil Flynn, do Price Futures Group. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia