Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 29 de maio de 2016. Atualizado às 18h58.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 30/05/2016. Alterada em 29/05 às 18h57min

Filosofia para transformar vidas

Na foto: Laerte Cardoso, Tatiana Ávila, Flora Detanico, Gabriela Meyer e Marcelo Ferreira

Na foto: Laerte Cardoso, Tatiana Ávila, Flora Detanico, Gabriela Meyer e Marcelo Ferreira


GIOVANNA K. FOLCHINI/JC
Nicole Feijó
Pelo bom, pelo belo e pelo justo. É por esses princípios que a Escola de Filosofia Nova Acrópole trabalha. Criada a partir do viés filosófico à maneira clássica, a proposta da organização internacional é resgatar valores, trabalhar a ética, incentivar o autoconhecimento e a evolução como ser humano. A intenção é desmistificar a crença de que filosofia é apenas um esforço intelectual e mostrar que ela pode influenciar na vida de cada um e na sociedade como um todo.
"Quando dizemos filosofia à maneira clássica, nos referimos à forma como os filósofos clássicos viviam, de modo aplicado e prático", explica Flora Detanico, diretora da escola. Ela esclarece que os pensadores das civilizações antigas tratavam a disciplina como uma ferramenta prática de vida. "No momento em que alguns passaram a desenvolver só o aspecto intelectual e redundante, as pessoas se afastaram do verdadeiro sentido da filosofia."
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia