Porto Alegre, quinta-feira, 28 de abril de 2016. Atualizado às 00h29.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
10°C
17°C
5°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5190 3,5210 0,02%
Turismo/SP 3,4500 3,6300 0%
Paralelo/SP 3,4500 3,6300 0%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE 
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Artigo Notícia da edição impressa de 28/04/2016. Alterada em 27/04 às 21h07min

Segurança pública: uma questão social

Roberto Maximiliano Claussen

Na semana passada, o noticiário mostrou o sucesso da ação que envolveu três policiais militares, com armamento de baixo calibre, contra criminosos com armamento de uso exclusivo das forças armadas, em intensa troca de tiros na frente de um hospital público. É incontroverso que a ação policial foi exemplar e dentro dos padrões. Porém, não há o que comemorar. Um policial é, antes de tudo, um cidadão que é pai/mãe de família, que alcança a profissão, porque gosta ou porque necessita de um trabalho digno. Ele não comemora a morte, não sai de casa para matar, sai para garantir a segurança pública. Ele arrisca a sua vida para salvar vidas, não pensa em ser condecorado, mas em fazer o seu trabalho com êxito e sem alterações. O policial vai para as ruas com o objetivo de manter a ordem pública, "para servir e proteger", ao passo que chegar em casa e dormir com a sua família já representa um grande êxito. Contudo, como comemorar, se sentir confortável, se até os policiais estão sem segurança?
O direito à segurança é prerrogativa constitucional indisponível (art. 144/CF), garantido mediante a implementação de políticas públicas, impondo ao Estado a obrigação de criar condições objetivas que possibilitem o efetivo direito. Inclusive, é possível que o Poder Judiciário determine a implementação pelo Estado de políticas públicas. Assim, antes de comemorar, a sociedade deve exigir que o governador José Ivo Sartori (PMDB) adote medidas financeiras para triplicar o efetivo e reduzir o déficit de 20 mil soldados. Dentre as medidas, destinar o valor da dívida com a União para colocar um expressivo número de policiais nas ruas, nomeando os concursados, adquirindo armamento eficiente e melhorando a remuneração. A segurança pública não é uma simples questão financeira, mas uma questão social que necessita de medidas urgentes e extremas.
Advogado
COMENTÁRIOS


DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Fim da Derrama e o começo de nova era
A liminar do STF que determina o cálculo de juros simples nas dívidas dos estados não irá causar a desordem econômica alardeada
PEC das novas eleições é inconstitucional
No dia 19 de abril, foi protocolada, no Senado Federal, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 20/2016, de autoria de seis senadores, incluindo o gaúcho Paulo Paim (PT)
Equilíbrio para preservar e desenvolver
Depois de ser realizada por oito anos, a atividade de mineração de areia no Lago Guaíba foi interrompida em 2003 em decorrência de ação judicial devido a licenças municipais indevidas
Fala, leitor!
Meço o que escrevo no jornal pelo retorno do leitor por meio do e-mail. Uns assinam, outros procuram pseudônimos

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo