Porto Alegre, terça-feira, 05 de abril de 2016. Atualizado às 23h47.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
27°C
32°C
25°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,6780 3,6800 1,76%
Turismo/SP 3,5800 3,7900 1,06%
Paralelo/SP 3,5800 3,7900 1,06%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Panama Papers Notícia da edição impressa de 06/04/2016. Alterada em 05/04 às 20h45min

Primeiro-ministro islandês renuncia após escândalo sobre offshore

HALLDOR KOLBEINS /AFP/JC
Gunnlaugsson acabou cedendo aos protestos de milhares de islandeses que foram às ruas

O primeiro-ministro da Islândia, Sigmundur Gunnlaugsson, apresentou sua renúncia ontem, dois dias depois de seu nome aparecer nos documentos da investigação conhecida como "Panama Papers". Após dizer que não deixaria o cargo, Gunnlaugsson cedeu aos protestos de milhares de islandeses que foram às ruas. De acordo com os papéis vazados, ele e sua mulher criaram uma empresa offshore nas Ilhas Virgens Britânicas com a ajuda do escritório de advocacia e consultoria panamenho Mossack Fonseca.
O premiê é acusado de conflitos de interesse por não ter revelado seu envolvimento com a empresa, que tinha participação em bancos islandeses falidos que seu governo deveria supervisionar. Mais cedo, o presidente islandês, Olafur Ragnar Grimsson, havia negado o pedido de Gunnlaugsson de dissolver o Parlamento e convocar novas eleições, o que tornou a situação do premiê praticamente insustentável. Segundo o jornal islandês Morgunbladid, membros do Partido Progressista, ao qual pertence Gunnlaugsson, se reuniram ontem e concordaram que ele não poderia mais permanecer no cargo.
Com isso, Gunnlaugsson é a primeira figura proeminente a ser derrubada pelo vazamento de mais de 11 milhões de documentos financeiros do escritório Mossack Fonseca, que mostram arranjos para evasão fiscal de pessoas ricas e famosas em todo o mundo. Um grupo de jornalistas foi o responsável por divulgar milhares de dados sobre como o escritório abria empresas offshore para operações como lavagem de dinheiro.
Gunnlaugsson nega ter cometido qualquer má conduta e disse que ele e sua esposa pagaram todos os impostos e não fizeram nada ilegal. Segundo disse, seus investimentos financeiros não afetaram as negociações com os credores da Islândia durante a grave crise financeira sofrida pelo país.
O vazamento dos documentos desencadeou promessas de investigação e obrigou líderes, principalmente da Europa, a se defenderem de suspeitas. Dentre os citados no caso estão Ian Cameron, pai do premiê britânico, David Cameron, e aliados próximos ao presidente russo, Vladimir Putin.
 
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Panamá Papers mostram que "evasão fiscal é um grande problema global", diz Obama
Segundo ele, os Panama Papers demonstram que os líderes devem fazer mais para estreitar as leis tributárias e reprimir indivíduos e empresas que utilizam paraísos fiscais. Obama ainda afirmou que os EUA e outros países devem "dar o exemplo" em fechar lacunas
Presidente da Fifa é acusado de participação em negócios em paraíso fiscal
De acordo com a reportagem do jornal, os arquivos levantaram dúvidas sobre a participação do dirigente em acordos realizados quando foi diretor jurídico da Uefa, entidade que rege o futebol europeu
Fisco da França coloca Panamá de volta em lista de países não cooperativos
A volta do Panamá à lista significa que dividendos que saírem de território francês para o país deverão ser taxados em 75%, além de exigirem maior documentação. Também não será possível abater impostos pagos no Panama da declaração feita na França
Departamento de Justiça dos EUA analisa Panama Papers
Caso o órgão encontre nos documentos da empresa panamenha Mossack Fonseca evidências que possam ligar a crimes, alguns dos citados no escândalo podem sofrer um processo nos Estados Unidos

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo