Porto Alegre, domingo, 20 de março de 2016. Atualizado às 22h43.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
21°C
29°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5810 3,5830 1,88%
Turismo/SP 3,6100 3,7700 0,78%
Paralelo/SP 3,6100 3,7700 0,78%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Turismo Notícia da edição impressa de 21/03/2016. Alterada em 20/03 às 22h16min

Fórum vai debater gestão pública no turismo

VANESSA BRUINSMA/DIVULGAÇÃO/JC
Localizado em Farroupilha, o Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio possui um plano diretor próprio

Adriana Lampert

Um levantamento detalhado de dados sobre infraestrutura e economia do turismo tem sido uma das apostas da Secretaria do Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul (Setel-RS), para elencar subsídios confiáveis que ajudem no planejamento da gestão pública do setor. A iniciativa visa amparar secretarias municipais de Turismo para que tenham poder de barganha junto às prefeituras, na hora de defender as demandas da área e também deve contribuir como base para aprovação de projetos da iniciativa privada. "Este é um exemplo de como o setor público pode colaborar para o desenvolvimento do trade turístico de cada região", destaca a coordenadora do 12º Fórum de Turismo e Gestão Pública, que acontecerá das 9h às 15h do dia 28 de março, no Campus II da Universidade Feevale, em Novo Hamburgo.
O evento voltado para alunos da Faculdade de Turismo, gestores do trade, secretários municipais e público em geral, abordará a importância da busca por um desenvolvimento sustentável do setor, apresentando também casos de sucesso nas parcerias entre gestão pública e privada. Abrindo as palestras da programação, a coordenadora do Observatório de Turismo e técnica da Setel, Marcia Merllo, apresentará resultados do trabalho desenvolvido no Observatório e destacará a importância da pesquisa para o planejamento da atividade turística. "Temos monitorado através de indicadores uma série de aspectos relacionados ao tema, como capacidade hoteleira, número de empresas e empregados formais na atividade, frequência e taxas de ocupação de voos das companhias aéreas, tipos e portes de eventos de cada região do Estado, entre outros", descreve a turismóloga da Setel. Ela destaca que estes dados são importantes para se pensar a gestão tanto pública quanto privada, a exemplo da organização de um grande evento.
Outro fator que não pode ficar fora do planejamento do setor é o reconhecimento e mapeamento de atributos culturais, como comunidades artísticas pujantes, patrimônio público, entre outros. Sobre o papel das cidades criativas e sua relação com o turismo, a professora-doutora da universidade e pesquisadora de Turismo na Feevale, Mary Sandra Guerra, apresentará conceitos e definições de cidades criativas, bem como uma leitura de seus componentes fundamentais na promoção de mudanças de valores e de preferências pessoais no uso do tempo de lazer.
Outro relato de experiência que será apresentado no fórum é o da parceria da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Farroupilha com o Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio. O case será apresentado pelo titular da pasta, Fabiano André Piccoli, com a participação da turismóloga da secretaria, Marisa Poloni. "A ideia é mostrar como foi desenvolvido o projeto do Santuário, que tem um plano diretor próprio", explica Marisa.
Inaugurado em 1876, o local foi totalmente reconstruído a partir de 1890. Um segundo prédio foi erguido entre 1945 e 1963, e atualmente o Santuário é um dos principais atrativos turísticos do município. Há anos, muitas pessoas são atraídas ao local, movidas pela religiosidade, em romarias ou peregrinação individual.
"Percebemos a necessidade de sinalização turística, e através de uma parceria entre a prefeitura, o Santuário e a iniciativa privada, inauguramos a sinalização nos três caminhos que levam ao complexo", explica Marisa. Outras ações nos mesmos moldes estão previstas a longo prazo. "Temos observado que estas parcerias são muito necessárias para que os projetos se viabilizem - a maioria depende do poder público, que tem o dever de oferecer infraestrutura básica, como a coleta de lixo e a manutenção dos acessos, por exemplo."

Trabalho conjunto com produtores locais impulsiona os destinos turísticos


ISRAEL MONTEIRO/UNIVERSIDADE FEEVALE /DIVULGAÇÃO/JC
Alexandra destaca o papel dos turismólogos na orientação de ações
De acordo com a professora do Curso de Turismo da Feevale e coordenadora do 12º Fórum de Turismo e Gestão Pública, Alexandra Marcella Zottis, para se trabalhar o turismo de uma região de forma sustentável, é preciso a interlocução de diversos atores. "A gestão pública nunca vai fazer nada sozinha, mas é uma área de muitas oportunidades para turismólogos, uma vez que estes profissionais são de extrema importância na orientação de ações para o setor." Exemplo de uma terceira frente - além do poder público e da iniciativa privada - é a atuação do Sebrae/RS, que tem colaborado na gestão de projetos de turismo em regiões como a Costa Doce do Estado.
Baseado em pesquisa e questões culturais da fauna, um projeto da entidade, envolvendo processo com artesãos locais, buscou um "olhar diferente" para o artesanato da região. De 2006 a 2011, integrantes de 25 municípios da Costa Doce, reunidos pelo projeto Bichos do Mar de Dentro, receberam capacitação - com cursos de formação de preços e gestão - e consultorias, como a de desenvolvimento de produtos, para inovar suas criações e trabalhar de forma organizada. Após a consultoria, hoje o grupo trabalha como identidade os bichos que habitam ou migram para a Lagoa Mirim, a Laguna dos Patos, a Lagoa Mangueira, e a Estação Ecológica do Taim. "Atualmente, este é um grupo independente, que possui - junto com outros dois grupos - uma loja no Mercado Público de Pelotas, que há dois anos é referência para turistas de diversas partes do País", comenta a gestora de projetos de turismo e artesanato do Sebrae/RS, Jussara Cruz Argoud.
A consultora vai falar dos resultados desta experiência de qualificação - que rendeu aos artesãos, além de prêmios, também a abertura de mercado em nível nacional e internacional - durante sua palestra no Fórum que ocorrerá na Feevale, e foi organizado pela Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (Proacom) da Universidade. "Não se muda nada de um dia para o outro, e também não se constrói mercado de um dia para o outro, tem que ter uma continuidade", ressalta Jussara. A ideia é passar esta mensagem aos alunos do Curso de Turismo, mas também aos gestores e administradores públicos e privados do trade do Estado. Após os debates, o evento promoverá um brunch preparado pelo Curso de Gastronomia, com a temática do Slow Food, e duas oficinas, que tratarão sobre Espaços Muviais e a atividade do Walking Tour.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Airbnb é autorizado a ampliar operação em Cuba; Marriott busca parceiros
Rede Marriott International recebeu autorização do Departamento do Tesouro dos EUA para atuar em Cuba e já busca parceiros
Serra gaúcha se prepara para receber multidões Apesar de crise, Nova Iorque espera mais brasileiros Franquia on-line é opção para empreender no setor

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo