COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Conjuntura Notícia da edição impressa de 07/03/2016. Alterada em 06/03 às 22h54min

Cresce percepção de calote entre empresas gigantes nacionais

JONATHAN HECKLER/JC
Com dívidas líquidas elevadas, Gol, Usiminas e Oi receberam notas do tipo CCC/Caaal

Nunca antes tantas empresas brasileiras de grande porte estiveram sob risco tão elevado de não honrar suas dívidas. Acusando o golpe da fraca demanda interna, da disparada do dólar e dos juros e da perda do selo de bom pagador pelo Brasil, 10 companhias nacionais incluindo gigantes como Oi, Usiminas e Gol receberam notas do tipo "CCC"/"Caa1", ou piores, pelas agências de classificação de risco Fitch ou Moody's.
Esses ratings, como são chamados, indicam um risco de crédito muito alto, situação em que o calote "é uma possibilidade real", como define a Fitch. São empresas que acumulam, somadas, dívidas líquidas de aproximadamente R$ 100 bilhões, segundo números da Bloomberg.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Atividade econômica encolheu 4,1% em 2015
IBC-Br calculado pelo BC recuou 0,52% em dezembro, ficando com desempenho negativo pelo décimo mês seguido
Dilma fará proposta de reforma da Previdência Indexação e tributos vão pressionar inflação Analistas preveem inflação a 7% neste ano

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo