Porto Alegre, domingo, 03 de abril de 2016. Atualizado às 20h10.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
33°C
22°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,5600 3,5620 0,97%
Turismo/SP 3,5800 3,7700 0,53%
Paralelo/SP 3,5800 3,7700 0,53%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

conjuntura Notícia da edição impressa de 04/04/2016. Alterada em 01/04 às 18h57min

Futuro em xeque

KASANSASS VIA VISUALHUNT/DIVULGAÇÃO/JC
Empresas ENTITY_amp_ENTITYNegócios - futuro - previsão - divulgação Kasansass (bichocreativo) via VisualHunt

Os prognósticos para o Brasil nos próximos anos não são nada otimistas. Quando for superada a recessão que aflige o País desde meados de 2014, o Produto Interno Bruto (PIB) só conseguirá subir cerca de 1% ao ano, segundo cálculos de diferentes economistas. População, investimento e produtividade caindo ou crescendo pouco estão minando o potencial de expansão, que já superou 4% na segunda metade da década de 2000. Os três pilares que definem o quanto o País consegue crescer, sem que a inflação aumente, estão retrocedendo com a recessão e a rápida transição demográfica.
"Em curto prazo, melhorando a expectativa, com confiança reagindo, a economia pode voltar a crescer rápido. Há uma ociosidade de capacidade produtiva bastante significativa que permitiria à economia crescer mesmo não investindo tanto", afirma José Ronaldo de Castro Souza Júnior, coordenador do Grupo de Conjuntura do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O especialista, que fez os cálculos do potencial de crescimento do País, destaca, no entanto, que, esgotada a capacidade ociosa, no momento seguinte à recuperação, será necessário fazer um esforço para voltar a crescer mais, com medidas de longo prazo.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Banco Central projeta inflação em 6,6% e queda de 3,5% da economia para este ano
Estimativas indicam que a inflação vai ultrapassar o teto da meta este ano
Ciro Gomes assume compromisso com auditoria da dívida pública

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo