Porto Alegre, segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016. Atualizado às 22h36.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
29°C
18°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0020 4,0040 0,10%
Turismo/SP 3,8000 4,1400 0,24%
Paralelo/SP 3,8000 4,1400 0,24%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Ministério Público Notícia da edição impressa de 01/03/2016. Alterada em 29/02 às 22h35min

Deputado Mário Jardel e mais 10 pessoas são denunciadas pelo MP

JONATHAN HECKLER/JC
Parlamentar do PSD pode ter o mandato cassado na Assembleia

O procurador-geral do Ministério Público (MP), Marcelo Lemos Dornelles, denunciou ontem o deputado estadual Mário Jardel (PSD) e outras 10 pessoas ao presidente do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio Grande do Sul, desembargador Luiz Felipe Difini. Agora, o TJ deve decidir se acolhe as denúncias e processa os envolvidos ou não. Segundo as investigações da Operação Gol Contra, o deputado Jardel, o assessor e advogado Christian Vontobel Miller, o chefe de gabinete Roger Antônio Foresta, o coordenador-geral da bancada do PSD, Ricardo Fialho Tafas, e o chefe de gabinete do líder da bancada do PSD, Francisco Demétrio Tafras, teriam formado uma organização criminosa com objetivo de obter vantagens econômicas mediante a prática reiterada de crimes contra a administração pública, como peculato e concussão, além do uso de documentos falsos e da lavagem de dinheiro.
Nesse esquema, segundo MP, Jardel seria o destinatário da maior parte do dinheiro arrecadado de maneira ilícita. O assessor teria arquitetado as operações, além de evitar que os crimes chegassem ao conhecimento das autoridades policiais, ministeriais ou da imprensa.

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Articulação para investigações é meta do novo procurador-chefe do MPT-RS Termo de cooperação em defesa do consumidor é assinado É melhor Cunha se explicar em vez de inventar conluios, diz Cardozo
Em entrevista à Folha de S.Paulo, Cunha disse que o Ministério Público "trabalha em conjunto" com o governo Dilma Rousseff para atacá-lo

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo