Porto Alegre, segunda-feira, 01 de fevereiro de 2016. Atualizado às 11h26.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
25°C
28°C
19°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9960 3,9980 0,62%
Turismo/SP 3,8500 4,2100 1,17%
Paralelo/SP 3,8500 4,2100 1,17%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Efeitos do Temporal 01/02/2016 - 09h11min. Alterada em 01/02 às 12h26min

Cai para 15 mil o número de clientes sem luz em Porto Alegre

JOÃO MATTOS/JC
Equipes da EPTC monitoram as ruas enquanto estão sendo realizados trabalhos para liberar todas as vias

Mais de 48 horas após o temporal que atingiu Porto Alegre, muitos locais ainda enfrentam falta de energia elétrica e desabastecimento de água. No final da manhã desta segunda-feira (1°), 15 mil clientes ainda estavam sem luz. A maior parte afetada está nos bairros Petrópolis, Menino Deus, Jardim Botânico, Centro e Cidade Baixa. A prefeitura da Capital trabalha para normalizar os serviços juntamente com a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), Corpo de Bombeiros, Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) e Defesa Civil. 
Segundo a EPTC, são 24 os pontos onde árvores bloqueiam totalmente vias dos bairros Menino Deus, Petrópolis, Cidade Baixa e Bom Fim. Seguem fora de operação 44 semáforos em diversas ruas da cidade. Um efetivo de 168 funcionários trabalha com foco na liberação dos trechos interditados.
Mais de 2 mil árvores caíram sobre as vias, de acordo com levantamento da prefeitura. Segundo a CEEE, o maior problema para o restabelecimento da energia é a fiação elétrica que está danificada devido à queda das árvores. 
O restabelecimento no abastecimento de água foi a prioridade da prefeitura no domingo. Ao fim da tarde, todas as seis estações de bombeamento já estavam com a energia elétrica restabelecida e em operação. Na manhã desta segunda, no entanto, várias regiões da cidade ainda seguiam sem água. A previsão do Dmae é que o abastecimento total seja retomado na terça-feira (2).
Algumas instituições, como o Hospital de Clínicas, Hospital Mãe de Deus e o Instituto de Cardiologia ainda enfrentavam restrições no atendimento de emergência nesta segunda-feira. No Clínicas, houve danos e alagamentos na emergência, no bloco cirúrgico e no centro obstétrico.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Prefeitura vai decretar situação de emergência em Porto Alegre Moradores protestam contra falta de luz na Capital Supercélula que atingiu a área mais central de Porto Alegre tem força comparável à de um tornado Sebastião Melo: 'Quem não precisar sair de casa, não saia'

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo