Porto Alegre, quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016. Atualizado às 09h18.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
26°C
35°C
24°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0480 4,0500 0,51%
Turismo/SP 3,7500 4,1900 1,69%
Paralelo/SP 3,7500 4,1900 1,69%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Conjuntura 17/02/2016 - 09h45min. Alterada em 17/02 às 10h18min

Serviços têm pior resultado no ano desde início da série, em 2012, diz IBGE

MARCO QUINTANA/JC
Resultado negativo no segmento dos transportes contribuiu para queda no setor

Os serviços tiveram em 2015 o pior desempenho da série histórica da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), iniciada em 2012, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O recuo foi de 3,6%.

Os serviços prestados às famílias registraram retração de 5,3% no ano; os serviços de informação e comunicação ficaram estáveis (0,0%); os serviços profissionais, administrativos e complementares diminuíram 4,3%; os transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio encolheram 6,1%; e o segmento de outros serviços caiu 9,0%.

Em dezembro, o volume de serviços prestados recuou 5,0% ante igual mês de 2014, já descontados os efeitos da inflação, conforme o IBGE. Foi o nono resultado negativo consecutivo. Em novembro ante novembro de 2014, a redução havia sido mais intensa, de 6,4%.

Desde outubro de 2015, o órgão divulga índices de volume no âmbito da PMS. Antes disso, o IBGE anunciava apenas os dados da receita bruta nominal, sem tirar a influência dos preços sobre o resultado. Por esse indicador, que continua a ser divulgado, a receita nominal avançou 0,3% em dezembro ante igual mês de 2014.

A série da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) foi iniciada em janeiro de 2012. Ainda não há dados com ajuste sazonal (que permitem a análise do mês contra o mês imediatamente anterior), porque, segundo o IBGE, a dessazonalização requer a existência de uma série histórica de aproximadamente quatro anos.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
IGP-M sobe 1,23% na 1ª prévia de fevereiro, revela FGV
Com o resultado, o índice acumula aumentos de 2,38% no ano e de 12,01% em 12 meses

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo