Porto Alegre, quarta-feira, 03 de fevereiro de 2016. Atualizado às 23h32.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
31°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9180 3,9200 1,70%
Turismo/SP 3,8500 4,1500 0,95%
Paralelo/SP 3,8500 4,1500 0,95%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Vitivinicultura Notícia da edição impressa de 04/02/2016. Alterada em 03/02 às 22h45min

Estado reforça divulgação da Festa da Uva de 2016

JOÃO MATTOS/JC
Governador gaúcho recebeu comitiva da tradicional festa, que começa no dia 18 de fevereiro

Porto Alegre sediou, na noite de ontem, o chamado filó das embaixatrizes da 31ª edição da Festa Nacional da Uva de Caxias do Sul. No encontro realizado no Salão Galpão Crioulo do Palácio Piratini, o governador José Ivo Sartori se uniu aos organizadores do tradicional evento da Serra Gaúcha para reforçar a divulgação do evento.
Prefeito de Caxias do Sul por dois mandatos, Sartori se considera um velho aliado da festa. Ele destaca o "momento especial e a oportunidade" de, agora na condição de governador, continuar colaborando com o desenvolvimento do evento. "Com certeza, é uma das festas mais populares do País. É um momento rico e ajuda a manter viva a história de luta dos imigrantes e de protagonismos dos empreendedores e dos agricultores. Também tem um papel econômico importante para o município de Caxias, para a região e para o Rio Grande do Sul", comenta.
No entanto, neste ano, a festa ocorre em meio à crise do setor no Estado. Em razão da incidência de chuvas, geada e granizo nas principais regiões produtoras gaúchas, muitos agricultores necessitam negociar o pagamento das apólices de seguros da safra. Por isso, apesar do caráter festivo, o secretário da Agricultura e Pecuária, Ernani Polo, afirma que a festa também pode colaborar com algum tipo de encaminhamento favorável ao setor.
Segundo um comunicado do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulgado na terça-feira, as empresas seguradoras se demonstraram abertas ao diálogo. Isso ocorre porque os viticultores gaúchos começaram a receber os boletos de cobrança da segunda parcela do seguro, mas alegam dificuldade devido às grandes perdas de safra provocadas por excesso de chuva, geada e granizo na região.
"Essa é a questão que mais angustia. Ficou um valor descoberto pelos seguros. Isso é válido não só para uva, mas também para a maçã e toda a fruticultura gaúcha", revela Polo.
Neste contexto, o secretário estima que sejam necessários cerca de R$ 60 milhões para atingir 100% da cobertura da safra no Estado. No ano passado, por exemplo, o Mapa executou 100% do orçamento previsto para subvenção ao seguro rural da uva, que foi de R$ 20 milhões, atendendo a 5.356 produtores em todo o País. O Rio Grande do Sul recebeu 63% do total, equivalente a R$ 12,6 milhões, com 4.209 agricultores contemplados.
Para 2016, o montante de R$ 20 milhões para a uva foi definido em agosto de 2015 por meio de resolução do Comitê Gestor Interministerial do Seguro Rural, publicada no Diário Oficial da União. Portanto, ainda seria necessário viabilizar cerca de R$ 40 milhões. "Trabalhamos para que o ministério viabilize recursos para atender a essa demanda. Com certeza, também haverá perda de produtividade neste ano", afirma Polo.
Em 2016, a programação da festa acontece de 18 de fevereiro a 3 de março. No período, cerca de 1 milhão de pessoas devem comparecer aos pavilhões do Parque de Exposições Mário Bernardino Ramos. Além de exposição e degustação de uvas, os visitantes terão atrativos como espetáculos de som e luz, réplicas de Caxias do Sul do ano de 1885, desfiles cênico-musicais, espaços temáticos como a Vila dos Distritos, a Casa do Gaúcho, o Museu do Videogame e a Cidade de Rolhas.
Entre as atividades previstas, os destaques ficam por conta da Olimpíada Colonial e dos shows com 16 com bandas de renome nacional. Para realizar a festa, que neste ano demandou um investimento de R$ 16 milhões, a organização contou com o apoio de diversos empresários e cinco patrocinadores.
Na parte da manhã, o governador participou da cerimônia de abertura oficial da colheita da uva, nos vinhedos da Casa Valduga, em Encruzilhada do Sul. 
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo