Porto Alegre, domingo, 31 de janeiro de 2016. Atualizado às 17h18.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
27°C
21°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 4,0210 4,0230 1,37%
Turismo/SP 3,8500 4,2900 0,70%
Paralelo/SP 3,8500 4,2900 0,70%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Tênis 31/01/2016 - 18h18min. Alterada em 31/01 às 18h18min

Djokovic se diz 'honrado' por igualar recorde de títulos na Austrália

PETER PARKS/AFP/JC
Djokovic beija a Norman Brookes Challenge Cup, como é chamada a do Aberto da Austrália

Grande tenista da atualidade e um dos melhores de todos os tempos, Novak Djokovic segue quebrando marcas. Neste domingo, faturou o Aberto da Austrália ao derrotar com facilidade o britânico Andy Murray por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 7/5 e 7/6 (7/3), e se tornou o maior vencedor da história do Grand Slam.
Foi a sexta conquista de Djokovic em Melbourne, igualando a marca obtida somente por Roy Emerson ainda na década de 60. Escrever seu nome ao lado do australiano, considerado um dos melhores da história da modalidade, deixou o sérvio bastante feliz.
"Estou extremamente honrado por ser mencionado ao lado de algumas lendas do nosso esporte. É um sentimento incrível por ter conseguido fazer história e igualar o recorde de Roy Emerson. Quando você tem a oportunidade de fazer história, soma para a sua motivação e incentivo antes de ir à quadra. Tento canalizar isso e usar de forma positiva", declarou o campeão.
A confiança de Djokovic pode mesmo ser sentida nas palavras do jogador. "Eu acredito que posso vencer qualquer partida que jogar e estou jogando o melhor tênis da minha vida nos últimos 15 meses. Os resultados estão mostrando isso. Não sei quão longe é o meu limite", comentou.
Neste domingo, a superioridade do sérvio ficou clara. Mesmo diante do segundo colocado do ranking da ATP, Djokovic foi soberano em quadra, errou pouco e mostrou confiança. Do outro lado, encontrou um Andy Murray que abusou dos erros e deixava clara sua frustração a cada ponto perdido.
"Partida difícil, não deu sorte hoje, Andy", disse o sérvio após a vitória. "Você é um grande campeão, um grande amigo e alguém que é muito comprometido e terá diversas oportunidades para lutar por este troféu."
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
ATP confirma Marcelo Melo como número 1 nas duplas Daniel Dutra da Silva estreia nesta segunda no Porto Alegre Open de Tênis
O paulista Daniel Dutra da Silva, segundo cabeça de chave, estreia diante do jovem gaúcho Lucca Takeda Baptista
André Ghem está nas quartas de final do Aberto do Rio Grande do Sul

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo