Porto Alegre, quarta-feira, 03 de fevereiro de 2016. Atualizado às 21h33.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
31°C
20°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,9180 3,9200 1,70%
Turismo/SP 3,8500 4,1500 0,95%
Paralelo/SP 3,8500 4,1500 0,95%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Infraestrutura Notícia da edição impressa de 04/02/2016. Alterada em 03/02 às 22h33min

Estudo da CNI aponta entraves para investimentos

TÂNIA RÊGO/ABR/JC

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) desenvolveu um estudo inédito para explicar por que o Brasil investe pouco em infraestrutura. Ele aponta uma série de travas no orçamento que prejudicam os investimentos. Entre essas travas, o comprometimento de até 90% das despesas obrigatórias do governo logo, nos 10% que incluem os investimentos é onde dá para cortar e a inércia crescente dos gastos que desestabilizam a economia e enxugam dinheiro do mercado, encarecendo também a tomada de crédito e o investimento privado.
O documento considera imprescindível uma reforma do Estado. "As restrições orçamentárias aos investimentos em infraestrutura são, em grande medida, o corolário imediato das restrições impostas à gestão das receitas e gastos pela Constituição e legislação em vigor", diz o documento. "É claro que essas não são as únicas barreiras a dificultar a ampliação dos gastos em infraestrutura, mas afetam direta e indiretamente o quanto se despende no setor no País, mais além do que os próprios desembolsos pelo setor público."

Leia o texto integral em nossa
ediÇÃo para folhear

  • Acesso gratuito, durante fase de avaliação, mediante cadastro.
  • Clique aqui para acessar.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Fortunati assina ordem de início às obras de iluminação em viadutos Dragagem do rio Gravataí deve ser retomada Obra da Severo Dullius será entregue em 2017 Duplicação da BR-116 está com 44% das obras paralisadas
A paralisação é justificada pelo Dnit por problemas pontuais das empresas contratadas. As construtoras preferiram não se pronunciar

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo