Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de junho de 2018.
Dia do Cinema Brasileiro.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 31/12/2015. Alterada em 30/12 às 22h32min

Por precaução, Bruxelas cancela fogos no Réveillon

A prefeitura de Bruxelas, capital da Bélgica, anunciou nesta quarta-feira que não fará o tradicional show com fogos de artifício da virada de ano, devido a temores de ataques extremistas. O prefeito da cidade, Yvan Mayeur, declarou, em entrevista à rede francesa RTBF, que a decisão foi tomada após consulta a autoridades da região. "Fomos forçados a cancelar o evento, considerando a análise de risco feita pelo nosso centro de crises", admitiu Mayeur.
Segundo o prefeito de Bruxelas, no Réveillon passado, cerca de 100 mil pessoas estiveram na capital belga para celebrar a passagem de ano. "Nessas circunstâncias, não temos condições de revistar todo mundo", acrescentou.
Quatro dos acusados pelos ataques terroristas de 13 de novembro em Paris, que mataram 130 pessoas, viviam na Bélgica, incluindo o mentor da ação, Abdelhamid Abaaoud, morto durante uma operação policial no subúrbio parisiense de Saint-Denis dias depois dos atentados. Nesta semana, as autoridades belgas prenderam duas pessoas acusadas de envolvimento em um plano para atacar policiais, soldados e áreas populares de Bruxelas durante as festas de fim de ano.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia