Porto Alegre, segunda-feira, 14 de dezembro de 2015. Atualizado às 21h51.
Dia Nacional do Ministério Público.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
24°C
27°C
18°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,8860 3,8880 0,41%
Turismo/SP 3,7000 4,1200 1,72%
Paralelo/SP 3,7000 4,1200 1,72%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

conjuntura Notícia da edição impressa de 15/12/2015. Alterada em 14/12 às 22h35min

Presidente da CNDL projeta próximo ano ainda pior

GILMAR GOMES/DIVULGAÇÃO/JC
Pinheiro falou ontem durante reunião-almoço na CIC

Roberto Hunoff, de Caxias do Sul

O presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Honório Pinheiro, não tem projeções otimistas para as vendas do varejo em 2016. Segundo ele, que palestrou ontem na reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC), o próximo ano será pior para o desempenho do setor.
Pinheiro justificou a expectativa negativa diante da falta de definições sobre as questões políticas. "Estamos em dezembro e nada foi resolvido. O atraso nas decisões nos faz crer em atrasos nas soluções." Na sua avaliação, a maioria dos varejistas não conseguirá em 2015 o mesmo resultado do ano passado. "O ano de 2014 foi bem razoável, quem vender o mesmo em 2015 será vitorioso. Mas poucos conseguirão." Pinheiro argumentou que o varejo está fazendo pedidos à indústria com muita cautela.
Segundo o empresário, o setor vê com preocupação e tristeza o que está ocorrendo em Brasília. Pinheiro reconhece que o governo está desacreditado, mas não vê o impeachment como solução.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
Previsão do mercado para inflação em 2016 sobe para 6,80%
Relatório Focus também aponta maior retração da atividade econômica no ano que vem, de 2,67%
Déficit em conta-corrente deve cair em 2016 Produtos da ceia de Natal têm alta de 16,12% em relação a 2014, diz FGV/Ibre Para Levy, dívida cresce em alta velocidade

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo