Porto Alegre, quinta-feira, 03 de dezembro de 2015. Atualizado às 21h38.
PREVISÃO DO TEMPO
PORTO ALEGRE AMANHÃ
AGORA
23°C
28°C
21°C
previsão do tempo
COTAÇÃO DO DÓLAR
em R$ Compra Venda Variação
Comercial 3,7470 3,7490 2,24%
Turismo/SP 3,6000 3,9500 2,94%
Paralelo/SP 3,6000 3,9500 2,94%
mais indicadores
Página Inicial | Opinião | Economia | Política | Geral | Internacional | Esportes | Cadernos | Colunas | GeraçãoE
ASSINE  |   ANUNCIE  |   ATENDIMENTO ONLINE
COMENTAR CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR

Importado Notícia da edição impressa de 04/12/2015. Alterada em 03/12 às 20h31min

Novo Passat é a referência da Volkswagen

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO/JC

Sob uma carroceria reestilizada, a oitava geração do sedã traz tecnologias inéditas e mais recursos de segurança e entretenimento. Produzido na Alemanha, o automóvel estará à venda no Brasil no início de 2016, em duas versões de acabamento, Comfortline, ao preço de R$ 144.500,00, e Highline, que sai por R$ 151.300,00. Construído em uma plataforma baseada na Matriz Modular Transversal da Volkswagen, o novo Passat está mais baixo, largo e com maior distância entre-eixos em relação ao anterior, com consequente ampliação do espaço interno.
Medindo 4.767 milímetros de comprimento (2 mm menor do que o antecessor), 1.456 mm de altura (redução de 14 mm) e 1.832 mm de largura (ganho de 12 mm), o sedã teve a distância entre-eixos alongada em 79 mm, para 2.791 mm. Ainda, as rodas dianteiras e traseiras foram, respectivamente, deslocadas 29 mm e 17 mm em direção aos para-choques correspondentes.
Em função de tudo isso, o habitáculo foi alongado em 33 mm. Já o balanço (distância entre o centro da roda e a extremidade do veículo) ficou 67 mm mais curto na dianteira e 13 mm na traseira.
Com isso, a silhueta do novo Passat se tornou mais dinâmica e imponente. Na dianteira, o design destaca a grade cromada, projetada para ser maior do que os faróis, ambos de estrutura horizontal.
Na versão Highline, o novo Passat adota de série faróis com LED, complementados pelo assistente de luz dinâmico (DLA). Controlado por meio de uma câmera, o DLA detecta veículos trafegando em sentido contrário ou à frente, coordenando a distribuição de luz dos faróis, evitando ofuscamento.
Na traseira, as formas são discretas e elegantes. As lanternas em LED, também horizontalizadas, são mais largas e invadem a área da tampa do porta-malas. As saídas do escapamento são emolduradas por um filete cromado.
Na cabine do novo Passat, a percepção é de exclusividade. Beleza, clareza e qualidade superior de acabamento estão presentes no interior, que foi ampliado em 33 mm. Os ocupantes do banco traseiro, por exemplo, agora desfrutam de 116 mm de folga para os joelhos, enquanto o porta-malas acrescentou 21 litros de capacidade, totalizando 586 litros.
Repetindo o conceito estético externo, o painel possui arquitetura horizontal, incluindo as saídas de ar do sistema de climatização. A ergonomia favorece o motorista, com todos os comandos voltados a ele.
O toque de alta tecnologia é dado pelo quadro de instrumentos digital programável. Nele, todos os medidores são gerados virtualmente e mostrados em uma tela de alta resolução.
O novo Passat é equipado com o motor 2.0 TSI BlueMotion Technology da Volkswagen. A unidade motriz combina injeção direta de combustível e turbocompressor, rendendo 220 cv de potência, disponíveis de 4.500 a 6.200 rpm, o que significa 9 cv a mais do que na geração anterior.
O ganho de torque foi mais expressivo, 70 Nm, alcançando 350 Nm. Tais números permitem que o carro acelere de zero a 100 km/h em 6,7 segundos (antes eram 7,6 segundos) e à velocidade máxima de 246 km/h (antes, eram 210 km/h).
A eletrônica embarcada é outro ponto alto do Passat de oitava geração. Na parte de multimídia, ele conta com os sistemas mais recentes da Volkswagen.
Nos quesitos auxílio à direção, os recursos são variados. A lista inclui sistema start-stop, estacionamento automático, assistente de mudança de faixa de rodagem, piloto automático adaptativo (capaz de manter a velocidade selecionada pelo motorista, assim como uma distância pré-definida do veículo à frente, freando ou acelerando em função do tráfego), sistema de monitoramento frontal (usa um sensor por radar para controlar a distância dos veículos adiante e evitar batidas) e frenagem automática pós-colisão (aciona automaticamente os freios do veículo quando ele se envolve em um acidente, para reduzir a energia cinética residual).
Além dos citados, dispositivos mais conhecidos, como o controle de tração, o programa de estabilidade e o bloqueio eletrônico do diferencial atuam para deixar a condução mais segura e precisa. Para completar a "parafernália" tecnológica, há o controle dinâmico do chassi, que oferece cinco modos de direção: Comfort, Normal, Eco, Individual e Sport, selecionados em um botão no console central.
COMENTÁRIOS
Deixe seu comentário sobre este texto.



DEIXE SEU COMENTÁRIO CORRIGIR ENVIAR imprimir IMPRIMIR
LEIA TAMBÉM
SLK 300 chega ao mercado elegante e com desempenho incrementado

 EDIÇÃO IMPRESSA

Clique aqui
para ler a edição
do dia e edições
anteriores
do JC.


 
para folhear | modo texto
» Corrigir
Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.
Nome:
Email:
Mensagem:
» Indique esta matéria
[FECHAR]
Para enviar essa página a um amigo(a), preencha os campos abaixo:
De:
Email:
Amigo:
Email:
Mensagem:
 
» Comente esta notícia
[FECHAR]
  Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.  
  Nome:  
  Email:    
  Cidade:    
  Comentário:    
500 caracteres restantes
 
Autorizo a publicação deste comentário na edição impressa.
 
Digite o resultado
da operação matemática
neste campo