Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de junho de 2018.
Dia dos Namorados.

Jornal do Comércio

Opinião

CORRIGIR

artigo

30/11/2015 - 22h59min. Alterada em 12/06 às 12h20min

Crise de liderança

Tarso Francisco Pires Teixeira
O mês de novembro mostrou com toda razão a quem já não levava muita fé na humanidade. Em Minas Gerais, duas barragens da mineradora Samarco romperam, lançando toneladas de rejeitos e resíduos tóxicos na vila de Bento Rodrigues, contaminando o Rio Doce e prejudicando o abastecimento de água de dezenas de cidades mineiras e capixabas. Em Paris, na França, um atentado realizado pelos terroristas do Estado Islâmico matou 130 pessoas. A repercussão das duas tragédias nas redes sociais traz a fúria dos que se queixam de outras tragédias esquecidas, como o massacre aos cristãos na Nigéria pelos terroristas do Boko Haram, e junto com tudo isso, uma onda de mistificação e histeria, fruto de uma cadeia de crises resultante da maior crise de todas nesta quadra da história mundial: a crise de liderança.
Presidente do Sindicato Rural de São Gabriel
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia