Victória Paz

Objetivo é dar visibilidade para mulheres que atuam no ramo tech

Dupla cria projeto focado em tecnologia no Instagram

Victória Paz

Objetivo é dar visibilidade para mulheres que atuam no ramo tech

Não é só a aparência que as irmãs Bruna e Juliana Freitas compartilham. O interesse e a paixão por programação também é o mesmo. Assim, em março de 2022, criaram a Twins Code, projeto com objetivo de fomentar a área tech como uma possível carreira de sucesso, além de dar visibilidade para mulheres no ramo, que é majoritariamente masculino.
Não é só a aparência que as irmãs Bruna e Juliana Freitas compartilham. O interesse e a paixão por programação também é o mesmo. Assim, em março de 2022, criaram a Twins Code, projeto com objetivo de fomentar a área tech como uma possível carreira de sucesso, além de dar visibilidade para mulheres no ramo, que é majoritariamente masculino.
Apesar de existirem movimentos que buscam equilibrar e trazer mais diversidade e equidade de gênero para esse universo, a dupla acredita que os esforços ainda não são suficientes, e resolveu contribuir de alguma forma. "Queremos ajudar nessa mudança para que mais mulheres e outras minorias possam conhecer a tecnologia e a possibilidade de trabalhar nessa área que está em constante crescimento", explica Juliana.
Estudantes de Engenharia da Computação na Universidade Federal do Rio Grande (Furg), as irmãs compartilham, na sua página do Instagram (@twiinscode), seus estudos, insights e dicas de programação. Com mais de 2 mil seguidores, elas trabalham como Software Engineers na empresa Loggi, e mostram suas vivências e experiências profissionais na rede social. "Além dos conteúdos, queremos mostrar como lidar com as dificuldades, pois nós sentimos na pele o estereótipo de ser mulher na área de programação e o medo do desconhecido", conta Juliana.
O interesse pela computação surgiu através de um curso técnico no ensino médio. Bruna e Juliana tiveram acesso a projetos de pesquisa e tentaram ajudar a sociedade com suas ideias. "Pensei em desistir por causa desse estereótipo, mas resolvi deixar isso de lado e seguir. Consegui trazer minha irmã comigo nessa jornada e, agora, somos as duas estudando e tentando mudar o mundo", diz Bruna.
Com cinco meses gerando conteúdo no Instagram, a dupla percebeu a alta demanda no mercado por esse tipo de conteúdo.
O objetivo para as próximas publicações é apresentar os conteúdos de uma forma descontraída, objetiva e simples, podendo até migrar para o TikTok, em busca de vídeos animados sobre programação.
Victória Paz

Victória Paz - estagiária do GeraçãoE

Victória Paz

Victória Paz - estagiária do GeraçãoE

Leia também

Deixe um comentário