Mauro Belo Schneider

Feira da ABF atrai 70 mil pessoas interessadas em empreender no modelo

Quase 200 novas marcas entram no leque de opções de franquias brasileiras

Mauro Belo Schneider

Feira da ABF atrai 70 mil pessoas interessadas em empreender no modelo

*de São Paulo
Em meio ao fechamento de diversas lojas e ao grande volume de empregos perdidos durante a pandemia, o Brasil registrou a abertura de novas marcas de franquias. O total de negócios recentemente vinculados à Associação Brasileira de Franchising (ABF) e que estão expondo até sábado na ABF Franchising Expo 2022 no Expo Center Norte, em São Paulo, chega a 199.

O evento deve receber 70 mil pessoas e concentra 450 marcas expositoras, sendo 45% delas estreantes. “Esses dados destacam a força empreendedora que existe em nosso País”, interpreta André Friedheim, presidente da ABF.

“O setor está confiante sobre o futuro dos negócios. Damos oportunidades a todos que desejam empreender em modelos testados”, emenda.

A feira, que está em sua 29ª edição e que voltou a ser presencial, é uma vitrine para as redes de franquia. Nos pavilhões do complexo da capital paulista, são apresentadas novidades, lançamentos e oferecidas condições especiais para quem quer ingressar no ramo, inclusive através de microfranquias (que não ultrapassam os R$ 150 mil).

No primeiro trimestre deste ano, o franchising registrou 8,8% de aumento no faturamento em comparação com o mesmo período do ano passado: somou R$ 43 bilhões. A expectativa é que até o fim de 2022 esse número bata nos R$ 200 bilhões, o que representa 3% do Produto Interno Bruto (PIB).

Concomitantemente à ABF Franchising Expo, ocorre a Exposhopping. Glauco Humai, presidente da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), acredita que o setor de franquias e de shoppings se complementam. “Cerca de 40% do mix dos shopping centers brasileiros é composto por franquias. Se incluir as praças de alimentação, vai a 60%”, mensura. Conforme Humai, o varejo deve crescer nos próximos dois anos o equivalente a 11.

De acordo com a ABF, o maior interesse do público da feira é pelo setor de alimentação, seguido pelo de saúde, beleza e bem estar. Entre os participantes, 8% são da região Sul e há a presença de potenciais compradores internacionais de franquias, levados ao evento através da ação chamada Projeto Comprador, realizada em parceria com a ApexBrasil.
Mauro Belo Schneider/Especial/JC
Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Leia também

Deixe um comentário