Giovanna Sommariva

Empreendimento faz parte da comunidade há mais de 40 anos

Mãe de Deus levou clínicas e outros negócios a criarem "distrito de saúde"

Giovanna Sommariva

Empreendimento faz parte da comunidade há mais de 40 anos

Fundado em 1979 pela irmã Maria Jacomina Veronese, o Hospital Mãe de Deus está presente no bairro Menino Deus há mais de 40 anos. Mantido pela Associação Educadora São Carlos, o espaço se tornou referência no atendimento médico-hospitalar de alta complexidade, sendo uma das 36 instituições brasileiras acreditadas pela Joint Commission International, agência internacional verificadora de qualidade e segurança em saúde.
Fundado em 1979 pela irmã Maria Jacomina Veronese, o Hospital Mãe de Deus está presente no bairro Menino Deus há mais de 40 anos. Mantido pela Associação Educadora São Carlos, o espaço se tornou referência no atendimento médico-hospitalar de alta complexidade, sendo uma das 36 instituições brasileiras acreditadas pela Joint Commission International, agência internacional verificadora de qualidade e segurança em saúde.
Apesar de ter iniciado como um hospital pequeno e de bairro, o Mãe de Deus foi reconhecido pela Revista Newsweek como um dos melhores hospitais do mundo, e o sexto melhor do Brasil. Também é o único do Sul do País a possuir o selo ouro pela American College of Radiology, por seu serviço de PET-CT. Um dos principais motivos para esse crescimento, segundo o diretor-geral do hospital, Rafael Cremonese, é o carinho e cuidado de mãe que as irmãs ainda possuem com a instituição e todos os seus pacientes. "Nossa história é recheada de ícones que deram suas vidas pelo hospital. Esse certamente é um dos diferenciais que nos leva à excelência", acredita.
MÃEDEDEUS/DIVULGAÇÃO/JC
Além de todas as personalidades responsáveis pela trajetória do local, Rafael reforça que Porto Alegre possui um excelente mercado para a área da saúde. "Algumas das melhores faculdades de Medicina do Brasil estão aqui, grandes hospitais públicos e a melhor Santa Casa do País. Esse contexto de concorrência e troca entre as instituições, com certeza, fez a saúde em Porto Alegre se diferenciar, e, por consequência, levou o Mãe a ser protagonista desse sistema", declara.
Empregando, atualmente, cerca de 4 mil funcionários, o hospital se tornou um pilar histórico da região. "O Mãe de Deus se confunde com o bairro. É uma força econômica que gera um ecossistema. Eu costumo chamar de 'Distrito de Saúde do Menino Deus'. Muitas clínicas médicas, multiprofissionais e negócios existem em função disso. Vários profissionais investem e circulam nas redondezas do hospital, alguns até se estabelecem para morar a algumas quadras daqui", afirma.
O interesse por interagir e servir a comunidade continua sendo um dos principais objetivos do hospital, que adotou as novas quadras da orla do Guaíba.
Giovanna Sommariva

Giovanna Sommariva - estagiária do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Giovanna Sommariva

Giovanna Sommariva - estagiária do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário