Mauro Belo Schneider

Empresária e ex-participante do Big Brother Brasil soma quase 23 milhões de seguidores

Instagram tornou sonhos de Rafa Kalimann reais

Mauro Belo Schneider

Empresária e ex-participante do Big Brother Brasil soma quase 23 milhões de seguidores

A empresária e ex-BBB Rafa Kalimann encontrou no Instagram o caminho para realizar seus sonhos profissionais. Com cerca de 23 milhões de seguidores, não é de hoje que é referência na rede, pois já acumulava fãs antes de entrar na casa. E ganhava a vida com isso.
A empresária e ex-BBB Rafa Kalimann encontrou no Instagram o caminho para realizar seus sonhos profissionais. Com cerca de 23 milhões de seguidores, não é de hoje que é referência na rede, pois já acumulava fãs antes de entrar na casa. E ganhava a vida com isso.
Rafaella Freitas Ferreira de Castro Matthaus, 29 anos, como é seu verdadeiro nome, planejou tudo que agora tem quando era uma menina pobre de Minas Gerais. Ainda adolescente, aos 12, ela projetava o sucesso que conquistou, como contou durante a Gramado Summit, evento de empreendedorismo da Serra.
Decidida a virar modelo, ela se mudou para São Paulo ainda nova. Seu estilo fashion, no entanto, não agradava os olheiros que buscavam perfis comerciais. Por outro lado, as marcas a achavam fashion demais. Ou seja, não contemplava ninguém. As várias portas fechadas que levou no passado a fazem rodar o Brasil com a palestra "As mil flores inexistentes no sucesso".
Rafa não conseguiu se sustentar em São Paulo, mesmo panfletando nos semáforos e trabalhando em parques de diversões. O jeito foi voltar a morar com os pais. Ali foi o pior momento, quando via ressonar as tantas vozes que afirmavam que ela não conseguiria chegar onde havia traçado. Até porque ninguém em sua família tinha um diploma.
Neste contexto, surgiu o Instagram, rede social praticamente vazia na época. Os amigos não entendiam o que ela fazia ali, já que o que bombava mesmo era o Facebook. "Comecei a postar sem saber que aquilo seria a minha reviravolta", lembra.
Ao fazer um trabalho para uma marca local, Rafa decidiu compartilhar as fotos em seu Instagram. As pessoas começaram a se interessar e a comprar da grife citada. Teve a ideia de fazer o mesmo com outras, sem cobrar. Se vendesse, no próximo trabalho, a empresa pagava. E assim seguiu no caminho que a levou ao Big Brother Brasil 2020, aos 23 milhões de seguidores e ao seu e-commerce, RK, criado há cinco anos. "Eu não nasci no BBB, nem fiquei no BBB", enfatiza.
Rafa ensina que seu primeiro pilar foi entender quem ela era, o segundo tratou de definir estratégias e o terceiro, de deixar claro seu propósito. Atualmente, além de empreender, ela é contratada da Rede Globo, onde apresenta um programa sobre o reality que participou.
E, apesar de tudo, continua recebendo muitas críticas, porém isso não a paralisa. "Eu não deitei para o hate e nem para o não", afirma. Ela sugere, aliás, analisar de onde vem os comentários, se são de pessoas que têm raiva e rancor ou de quem quer ajudar na construção da carreira. "Precisamos entender bem isso e ver o que precisamos absorver. Não acho legal anular as críticas, pois elas, de fato, podem trazer motivação para modificar coisas", sugere.
Rafa conta que, das lições que aprendeu no BBB, a calma para tomar decisões e a busca por justificativas para tudo que faz é marcante. "Trouxe isso para a minha vida. Me pergunto: 'por que estou fazendo isso?', 'preciso de fato disso?', 'o que isso vai resultar?', 'onde isso vai me levar?'. O jogo me ensinou muito desse lugar", analisa.
Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário