Criadores da startup Donamaid, de Pelotas Criadores da startup Donamaid, de Pelotas Foto: /Donamaid/Divulgação/JC

Aplicativos criados no Rio Grande do Sul facilitam busca por faxineiras e faxineiros

Como se fosse o Uber, profissionais se cadastram e podem conseguir trabalho pela ferramenta

Se antes o jeito era pedir indicação de amigos ou procurar agências, a busca por faxineiras também entrou na onda da tecnologia. Agora, assim como se chama um uber, é possível acionar alguém para fazer a limpeza da casa só com um clique no celular.
Coincidentemente, a novidade foi lançada por duas iniciativas em cidades do Interior do Rio Grande do Sul. Uma delas se chama SuperFaxina (superfaxina.com.br), desenvolvida durante um trabalho acadêmico da disciplina de Empreendedorismo da faculdade IMED Passo Fundo.
Os jovens Maurício Marques, estudante de Sistemas de Informação, e Henrique Pomatti, de Ciência da Computação, ambos de 20 anos, dizem que o projeto nasceu há um ano. “Desenvolvemos um modelo de negócio na disciplina junto com pesquisa de mercado. Ficou um ótimo trabalho, mas eu queria tirar a ideia do papel”, esclarece Maurício. “Começamos a bolar as ideias para o aplicativo na cadeira de Empreendedorismo, depois que acabou, decidimos começar o desenvolvimento”, lembra Henrique.
A plataforma utiliza geolocalização e oferece os profissionais mais próximos do usuário. Além disso, permite a “montagem” de um pedido de limpeza e, com um chat integrado, conecta os clientes aos profissionais pelo WhatsApp.
O lançamento oficial foi no dia 23 de junho deste ano, apenas na Google Play. O aplicativo, agora, está na etapa de cadastrar profissionais. “Em Passo Fundo, há 15 faxineiras cadastradas, mas como divulgamos em outros estados, em São Paulo já tem 40 profissionais”, contabiliza Maurício.
MARINA SCHLEDER/IMED/DIVULGAÇÃO/JC
Em Pelotas, estudantes da Universidade Federal (UFP) Luiz Gilberto Camargo, Ruben Pacheco e Janine Schneider tiveram o mesmo insight e colocaram no mercado a Donamaid (www.donamaid.com), em 2017. A startup está presente em Pelotas, Rio Grande, Santa Maria, Joinville, Maringá, Londrina e Caxias do Sul.
A receita da expansão está na gestão, no marketing e no suporte inicial do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RS). A Donamaid foi uma das integrantes da 6ª turma do Startup RS do Sebrae RS, no segundo semestre de 2017, e fez sua lição de casa. “Ela foi uma das três melhores do grupo e conseguiu refinar melhor seu público-alvo, o que permitiu crescer de forma mais rápida”, destaca João Antônio Pinheiro Neto, gestor de projetos do Sebrae RS.
A participação no Startup RS possibilitou duas grandes conquistas fundamentais para a expansão do negócio. “Conseguimos o apoio da Wow Aceleradora, que investiu R$ 150 mil, e fomos uma das 50 vencedoras do Programa Startup Brasil, do Governo Federal, que destinou R$ 200 mil como incentivo financeiro para cada uma das empresas”, comemora o CEO Luiz Gilberto Camargo.
O capital foi essencial para a Donamaid assegurar os novos mercados e se qualificar. Hoje, são 15 pessoas que atuam na equipe da startup com 64 diaristas cadastradas, inclusive dois homens. É possível fazer avaliações sobre ambos os lados, do profissional e do contratante.
“Na Donamaid, o contratante não escolhe um prestador simplesmente baseado em seu horário livre, mas escolhe baseado nas suas avaliações e números de limpezas já realizadas. Por outro lado, o prestador de serviço, quando recebe um trabalho novo para realizar, tem a garantia de que será remunerado pelo serviço em até 48 horas após a faxina”, informa Luiz.
A startup estimula a formalização dos trabalhadores. Após um mês de serviços prestados, os diaristas são orientados a se cadastrar como Microempreendedores Individuais para ter seus direitos garantidos. Essa também é uma condição para que os profissionais realizem suas atividades em empresas clientes.
Diaristas passam por entrevista em vídeo, verificação de antecedentes e treinamento digital. “Com isso, conseguimos crescer sem ter de contratar gerentes ou profissionais para a gestão em cada cidade”, informa Camargo. A startup já tem 1.200 clientes cadastrados. Alguns fizeram upgrade e contratam serviços diários, quinzenais, semanais ou mensais. “Nossa taxa de crescimento é de 40% ao mês. Estamos preparando agora a expansão para Porto Alegre, Canoas e Florianópolis até o final do ano”, revela Luiz.

Ponto para debate

Jornalista Lucilene Athaide Jornalista Lucilene Athaide Foto: /Reprodução/JC

A veiculação desta matéria no nosso site gerou reflexão. Filha de faxineira, a ex-estagiária do GeraçãoE e atual jornalista e ativista do movimento negro, Lucilene Athaide, se sentiu incomodada pelo enfoque dos aplicativos.

"Antes de lançar um produto, é necessário fazer o exercício de se perguntar: será que este negócio ofende, perturba, desmoraliza ou causa estranhamento em alguém?", questiona.

Leia a opinião dela, na íntegra, no nosso site:

www.geracaoe.com.

Compartilhe
Comentários ( 4 )
  1. Marcos

    toda a inovação vai gerar um mimimi como este da notícia. Assim como os apps de transporte que incomodaram os taxistas. Os apps de bancos que os sindicatos reclamam que estão tirando empregos, etc..

  2. Sergio Mello

    Excelente! Gostaria de me cadastrar para a região de Bagé, Candiota, Aceguá e Dom Pedrito. Aguardo.

  3. Katia Regina Bergmann Pereira

    Parabns pela iniciativa. Gostaria de saber quando inicia em Porto Alegre para ter acesso e solicitar esse servio, pois est cada vez mais difcil achar profissionais capacitados por indicao.

  4. joao roberto

    otima iniciativa, parabns ! gostaria de ser informado quando e onde fazer o cadastro para ser um integrante da equipe de trabalho em canoas rs.

Publicidade
Mostre seu Negócio