Sobre o Autor
Rafael Terra é CEO da Fabulosa Ideia Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/JC

Rafael Terra

rafael.terra@fabulosaideia.com.br

16 aprendizados sobre empreendedorismo e marketing direto do Japão

Rafael Terra, especialista em marketing digital e CEO da Fabulosa Ideia, viaja anualmente para lugares em busca de tendências para aplicar nos negócios e ensinar em suas aulas. No ano passado, foi ao Vale do Silício. Neste ano, ao Japão.

1. A crença em si mesmo
"Você é o único responsável pelas suas conquistas e derrotas." Esta frase é um mantra no Japão e muito utilizada no empreendedorismo. Os japoneses não esperam nada de governantes, consultores ou divindades. Para eles, o sucesso nasce unicamente do próprio esforço.
2. Arigato gozaimasu x Customer experience
A expressão que você mais escutará no Japão, em todos os lugares, é "Arigato gozaimasu". Ou seja: muito obrigado! Além de transmitir uma educação profunda, isso reflete na experiência do cliente. Você pode entrar em uma loja e não comprar nadinha, mesmo assim você escutará do vendedor com um sorriso no rosto o "Arigato gozaimasu".
3. Pet cafés
Os japoneses amam tudo o que é "fofo". E a nova moda fofa são cafés e casas de chá com animais para entreter a clientela. Há cafés com corujas, gatos, coelhos e até com ouriço.
4. Arte digital e sensorial
Tóquio possui o primeiro museu do mundo a ser completamente digital, o Mori Building Digital Art Museum. O espaço cria uma imersão total do espectador nas obras e nas histórias. É uma grande tendência mundial, e, cada vez mais, veremos arte digital flertar com grandes marcas.
5. Lugares instagramáveis
Os japoneses sabem o poder de uma boa foto no Instagram. E a maioria dos estabelecimentos dão motivos para que isso ocorra com espaços "diferentões" e feitos especialmente para os cliques.
6. Restaurante sem garçom e Hanbaiki
Em cada esquina do Japão, ou até no meio do nada, você encontrará uma Hanbaiki: máquinas automáticas de vendas. Elas vendem desde água até roupa. Aliás, que tal escolher seu prato diretamente de uma máquina, sem a necessidade de garçons? Esta também é uma realidade por lá.
7. O futuro são os carros de plástico
O primeiro carro do mundo feito com 90% de plástico foi apresentado no Japão, desenvolvido por uma equipe da Universidade de Tóquio. Graças ao uso de vários tipos de plásticos, foi possível reduzir o peso do veículo em 40%, o que economiza combustível.
8. Manga marketing e promoção da cultura pop
O governo do Japão espera 20 milhões de turistas estrangeiros para as Olimpíadas de 2020 e, para isso, está explorando o fenômeno do turismo Otaku. É basicamente o turismo gerado por fãs de anime que viajam para visitar os locais onde seu anime favorito acontece.
9. Estratégia no Yahoo
Diferente dos brasileiros que preferem o Google, o buscador dos japoneses é o Yahoo! A dica aqui é usar mais o "Yahoo Respostas", que é uma das formas de otimizar a sua empresa no Google através de perguntas e respostas nesta ferramenta.
10. Privadas inteligentes
As privadas do Japão são uma experiência em si. Há algumas funcionalidades únicas, como assentos aquecidos, trilha sonora, desodorizador e chuveirinhos com jatos ajustáveis. Um mercado ainda não explorado no Brasil.
11. A arte da comida fake
Dizem que comemos primeiro pelos olhos, e os japoneses levam isso ao pé da letra. Todo cardápio por lá tem uma versão de "comida plástica" que expõe com riqueza de detalhes o prato em si.
12. Crie coisas que o mundo nunca viu
Esta é missão da startup japonesa Seven Dreamers Laboratories. Fundada em 2014, já fez avanços nas áreas de saúde e robótica. Desde robôs que cozinham até aqueles que fazem o seu bebê dormir.
13. Tecnologia háptica
Muito se fala em realidade virtual, e o Japão está bem à frente nisso. Lá, a grande tendência é a tecnologia háptica, sensível ao toque. Aliás, a montadora japonesa Nissan e a empresa especialista nessa tecnologia, Haptx, acabam de lançar luvas especiais para tocar e interagir virtualmente com modelos 3D de carros.
14. Avatares
Aqui, quando pensamos em criar uma marca, logo pensamos em um bom logo e um slogan com uma bela mensagem. No Japão também não pode faltar um mascote. É ele que sempre será o porta-voz da empresa na publicidade.
15. Comunicação visual e exagerada é a lei
Da página inicial do site aos anúncios impressos e outdoors pelas ruas, no Japão, as pessoas gostam de ter todas as informações de que precisam reunidas em um só lugar. Clean é palavrão. Aliás, é este excesso de informação pelas ruas e nos prédios que dá aquela sensação de estar em um filme futurista.
16. Anúncios de aplicativos na televisão
No Brasil, temos muitas startups desenvolvendo aplicativos. Mas ainda não vemos eles nas propagandas de TV. Já no Japão, algo em torno de 20% dos anúncios televisivos são de aplicativos para celular e games.
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Mostre seu Negócio