Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

inter

Notícia da edição impressa de 26/04/2018. Alterada em 25/04 às 22h48min

Zeca é apresentado, treina, e pode jogar no final de semana

Jogador recebeu a camisa 37 das mãos do vice de futebol, Roberto Melo

Jogador recebeu a camisa 37 das mãos do vice de futebol, Roberto Melo


/RICARDO DUARTE/INTER/JC
Sem jogar uma partida oficial desde outubro do ano passado, quando deixou o Santos e iniciou uma disputa judicial com o clube, o lateral Zeca foi oficialmente apresentado como novo reforço do Inter, ontem, e festejou a oportunidade de poder vestir a camisa vermelha: "Quero virar ídolo aqui".
O jogador aproveitou para agradecer o esforço da direção colorada para trazê-lo para Porto Alegre. "Fui muito bem recebido. Nunca treinei tanto na vida como nestes cinco meses em que estive afastado do Santos e estou fazendo o possível para atuar o mais rápido possível", afirmou, pouco depois de vestir a camisa 37.
Antes de ser apresentado ao lado do vice de futebol, Roberto Melo, o lateral participou de um treinamento tático comandado pelo técnico Odair Hellmann e admitiu a possibilidade de atuar como meio-campista quando estiver fisicamente pronto para estrear, caso o comandante opte por escalá-lo. "Minha função é de lateral. Joguei na base como meia e sou lateral de origem, mas, se for para ajudar o Inter, eu posso jogar no meio", disse o atleta, lembrando também que já conhecia Hellmann da época em que estiveram juntos na seleção brasileira olímpica. 
Zeca também não deixou de reconhecer a importância fundamental do Santos para a sua carreira, embora tenha deixado a Vila Belmiro de forma conturbada e só conseguido ser contratado pelo Inter após o clube paulista ceder para poder continuar contando com o futebol do ex-atacante colorado Eduardo Sasha.
Como ficou treinando durante o seu período de afastamento, Zeca já poderá ficar à disposição de Hellmann para o jogo do próximo domingo, contra o Cruzeiro, às 19h, no Beira-Rio, pela terceira rodada do Brasileirão. Para poder atuar, ele espera apenas pela entrada do seu nome no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia