CADERNO DIA DO COMÉRCIO 2013. MATÉRIA SOBRE FRANQUIAS. NA FOTO O PRAIA DE BELAS SHOPPING. A relação vai muito além de apenas entregar uma marca Foto: MARCOS NAGELSTEIN/JC

Relacionamento entre franqueador e franqueado é essencial, diz Sebrae

Gestor de projetos de franquias da entidade sugere atitudes que beneficiam as duas partes envolvidas no modelo de negócio

O universo das franquias é tema da ABF Franchising Expo, que ocorre até este sábado em São Paulo, e vem despertando o interesse de empresários que desejam expandir seu negócio, seja por acreditarem ser um método ágil e que preserva a qualidade e padronização dos seus processos, seja pelos retornos financeiros imediatos que uma rede de franquias pode trazer. "Esses desejos por crescer de maneira rápida podem trazer alguns desconfortos no decorrer da expansão da rede de franquias. Um deles é o relacionamento entre franqueador e franqueado. Tema muitas vezes esquecido pelas partes, mas fundamental para o pleno sucesso de uma rede de franquias", diz Tulio Pinheiro dos Santos, gestor dos projetos de franquias do Sebrae-RS.
Quando o assunto é relacionamento, não se trata apenas de trocas de informações com data marcada para encerrar. Não é somente no momento de transação, no qual o franqueador repassa o direito de utilização da marca para o franqueado. Refere-se a algo que se perpetue por todo o período de existência da rede franqueadora, ressalta Tulio. Um relacionamento que parte desde a candidatura do franqueado, na qual as duas partes se conectam com os mesmos objetivos e interesses, e segue pela execução dos direcionamentos alinhados em conjunto.
"Este tipo de relação dá uma segurança maior para o franqueador, pois ele saberá que o futuro franqueado estará cumprindo as normas e regras exigidas, e ao franqueado, que terá maiores certezas antes de assinar o contrato de franquias. O relacionamento pode ser crucial para determinar se será um período longo e transparente ou dificultoso e sem credibilidade e confiança. Não é bom uma franqueadora, por exemplo, prometer algo que não tenha capacidade de atender. A franqueadora perde confiança frente aos franqueados e os franqueados poderão não recomendar sua rede de franquias", complementa o especialista.
Para ajudar e alertar sobre cuidados e pontos de atenção ao iniciar e cultivar um bom relacionamento, Tulio dá algumas sugestões (ao lado) que podem servir aos empreendedores. Além disso, o Sebrae tem um site todo só sobre franchising. Acesse e tire suas dúvidas em bit.ly/2sPvEa9.

Conheça alguns termos importantes na hora de comprar sua franquia

>> Royalties: remuneração do franqueador em contrapartida à cessão e manutenção dos direitos da franquia ao franqueado
>> Taxa de propaganda: é um fundo cooperado, administrado pelo franqueador, podendo ter também a participação de franqueados, constituído especialmente para viabilização de ações de marketing e publicidade da rede
>> COF (Circular de Oferta de Franquia): documento obrigatório pela Lei de Franquias nº 8.955, que contém todos os dados e informações necessárias para o candidato a franqueado poder analisar a oportunidade de investimento em determinada franquia
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio