Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 13 de maio de 2017. Atualizado às 17h40.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Vinicius Ferlauto

Giro Rápido

Notícia da edição impressa de 12/05/2017. Alterada em 11/05 às 20h48min

Sacudindo a poeira

Com pouco mais de seis anos de atividade no mercado brasileiro, a JAC Motors atingiu o volume de 80 mil unidades vendidas por aqui. Nesse período, a SNS Importadora Ltda., responsável pela atuação da marca no País, promoveu o lançamento de 18 modelos, enfatizando o segmento de SUVs. A JAC Motors possui três opções dessa categoria de veículo e se prepara para lançar a quarta, o T40. A marca terá outra novidade em 2017, em setembro, no segmento de comerciais leves. Para o próximo ano, a agenda de lançamentos será mais movimentada: seis novos modelos estão previstos para o mercado nacional, sendo que três deles ocuparão segmentos ainda não disputados pela JAC. A empresa também trabalha para expandir sua rede de concessionárias. Neste ano, serão mais nove - Santo André, Sorocaba, Ribeirão Preto e Campinas, no estado de São Paulo, além de Caxias do Sul (RS), Manaus (AM), Natal (RN), Aracaju (SE) e Vitória (ES). Para 2018, a meta é abrir outras 15 lojas. Quanto à fábrica no Brasil, a JAC Motors afirma que permanece trabalhando junto às autoridades no sentido de viabilizar o projeto de investimento de R$ 200 milhões para a produção anual de 20 mil unidades, que foi comunicado oficialmente e, depois, em função da crise econômica brasileira, cancelado pela companhia.
Feriados danosos
A venda diária de automóveis se manteve estável no Rio Grande do Sul em abril. Porém, na comparação com o mês anterior, houve uma redução de 20,46% e, com abril do ano passado, de 14,64%. Segundo o Sincodiv/Fenabrave-RS, o excesso de feriados no período foi a principal causa dessa discrepância.
Investimento adicional
O BMW Group anunciou um aporte adicional de cerca de € 4 milhões em tecnologias, treinamentos e equipamentos para produção de novos modelos na sua fábrica de Manaus (AM). A primeira motocicleta produzida a partir deste novo ciclo de investimentos será a G 310 R, um dos principais lançamentos da BMW no Brasil em 2017. Inaugurada em outubro de 2016, a planta de Manaus monta 10 modelos, que atendem a cerca de 98% da demanda nacional da marca. O investimento inicial do BMW Group na instalação foi de aproximadamente € 10,5 milhões. A capacidade produtiva atual, de 10 mil motocicletas por ano, pode aumentar conforme a necessidade.
Sangria inestancável
As 18 marcas filiadas à Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores licenciaram 2.044 unidades em abril, queda de 28,4% frente a igual período de 2016, quando foram emplacadas 2.856 unidades. Com isso, as associadas fecharam o primeiro quadrimestre deste ano também com queda, de 36,1%: total de 8.128 unidades comercializadas, contra 12.716 dos primeiros quatro meses de 2016.
Invenção antiga, aplicação moderna
Na Grã-Bretanha, a Nissan adotou uma tecnologia com quase 200 anos de existência para criar um dispositivo-conceito que tem como objetivo conter a crescente distração provocada pelo uso dos smartphones ao volante. Trata-se de um compartimento revestido com uma Gaiola Faraday, invenção dos anos de 1830, embutido no apoio de braço entre os bancos dianteiros do veículo. Quando um dispositivo móvel é colocado dentro do compartimento e a tampa fechada, todas as conexões de celular, Bluetooth e Wi-Fi do telefone, tanto para envio como para recebimento, são bloqueadas. A Gaiola de Faraday forma uma "bolha" de isolamento por meio do uso de material condutivo como a malha de metal, que tem a propriedade de bloquear campos eletromagnéticos. Cientista inglês, Michael Faraday desenvolveu a invenção, nomeada em sua homenagem. O número de motoristas que admite manusear o celular ao dirigir aumentou de 8% em 2014 para 31% em 2016, de acordo com o Automóvel Clube Britânico.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
ILO 13/05/2017 09h30min
Bom dia! - Tu estás a par do pedido de baixa da JAC Motores aqui no Brasil?. Consulte o CNPJ deles e confirmarás o que menciono. Neste caso, o que a atual fabricante pensa em fazer/proceder aqui no Brasil? Eles comentaram alguma coisa contigo?