Leonardo Posenato, formado em Arquitetura, vende mosaicos prontos ou as peças para o cliente montar Entrevista com o arquiteto e mosaicista Leonardo Posenato, no atelier dele. Foto: FREDY VIEIRA/JC

Artista fatura R$ 500 mil com mosaico

Leonardo Posenato conseguiu ampliar o escopo do seu trabalho para torná-lo mais acessível comercialmente

Diversificação foi o aprendizado do artista Leonardo Posenato, 35 anos, quando, munido de técnica, vontade de trabalhar e recém formado na faculdade de arquitetura resolveu apostar em si como empreendedor, em 2011. "Queria desenvolver esta parte que eu como artista não tinha", define ele.
Pela manhã, Leonardo pensa no seu trabalho enquanto empresário. Durante a tarde, veste o avental e vai para a produção em seu ateliê, que fica na avenida Padre Cacique, nº 3.146, na Zona Sul de Porto Alegre. "Foi preciso aprender a ser as duas coisas. Quando eu ponho o avental, entra o artista, que pensa na composição da peça e nos efeitos cromáticos", conta.
 Entrevista com o arquiteto e mosaicista Leonardo Posenato, no atelier dele. A pauta é sobre mudanças de carreira.
Mosaicista especializado em mosaico romano (com cerâmica e pedra), formado pela escola italiana Scuola Mosaicisti, de Spilimbergo, Leonardo teve desde pequeno uma educação voltada para as artes. Foi preciso, então, transformar a técnica em produto. Quando procurou consultorias do Sebrae para isso, descobriu que podia diversificá-lo em vários.
Com o auxílio de apenas um funcionário, o negócio atua nos segmentos de decoração e de arte sacra, que são bastante distintos. Leonardo também tem parceria com as lojas Elevato, onde vende revestimentos em mosaico. Além disso, ele desenvolveu um curso on-line, em que envia o material explicativo e manda pelo correio um kit com peças para montagem, por níveis de dificuldade. Isso tudo rendeu à empresa um faturamento de R$ 500 mil ao ano.
Com o mosaico, Leonardo preza pelo trabalho artesanal das peças, todas feitas à mão. "Este é o DNA da minha empresa." A escolha pela arquitetura veio como um complemento artístico e técnico do trabalho. "Me diferencio no âmbito nacional porque consigo unir as duas coisas", diz.
 Entrevista com o arquiteto e mosaicista Leonardo Posenato, no atelier dele. A pauta é sobre mudanças de carreira.
O maior mercado para os itens de decoração fica em São Paulo, e para a arte sacra, em Minas Gerais. A proximidade do pai (o arquiteto Julio Posenato) com o assunto - ele é autor de O simbolismo e a arquitetura dos espaços de celebração - deu a Leonardo uma rede de contatos e tanto para desenvolver seu trabalho para paróquias em todo o Brasil. Recentemente, ele montou uma peça para uma igreja de Santarém do Pará, de 30m², que custou cerca de R$ 70 mil reais. "O site tem mais de 600 acessos diários", conta.
 Entrevista com o arquiteto e mosaicista Leonardo Posenato, no atelier dele. A pauta é sobre mudanças de carreira.
 Entrevista com o arquiteto e mosaicista Leonardo Posenato, no atelier dele. A pauta é sobre mudanças de carreira.
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( 0 )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

HISTÓRIAS EMPREENDEDORAS PARA
VOCÊ SE INSPIRAR.

Receba no seu e-mail as notícias do GE!
Faça o seu cadastro.





Mostre seu Negócio