Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 29 de agosto de 2016. Atualizado às 16h36.

Jornal do Comércio

Expointer 2016

COMENTAR | CORRIGIR

A Feira

29/08/2016 - 11h48min. Alterada em 29/08 às 16h36min

Chuva recepciona visitantes no terceiro dia de Expointer 2016

Expointer registra primeiro dia com chuva, dificultando os passeios no parque

Expointer registra primeiro dia com chuva, dificultando os passeios no parque


Claiton Dornelles/Especial/JC
Depois um fim de semana de temperaturas elevadas e parque de Esteio com mais de cem mil visitantes, esta segunda-feira é marcada pela chuva, que dificulta um pouco a movimentação do público e dos próprios expositores.
A temperatura pela manhã foi de 17 graus. Na largada da manhã, excursões de escolas geraram fluxo mais intenso, mesmo sob chuva. Os visitantes precisam estar atentos a poças de água que se formaram nas vias de acesso. Nas primeiras horas da manhã, muitas atividades ligadas à alimentação adiaram a abertura, pois o movimento estava bem fraco. Depois do meio-dia, o fluxo no parque aumentou.
A previsão do tempo é que a chuva se mantenha até a manhã desta quarta-feira (31). Depois o tempo vai melhorar, com a volta do sol, mas ficará nublado no sábado. "A chance é de que a chuva volte no domingo", observou o meteorologista Rogério Rezende, do 8º Distrito ligado ao Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
As temperaturas ficarão estáveis, com mínimas de 13 a 15 graus e máximas de até 20 graus. "Esta terça-feira pode ter chuva mais forte que esta segunda-feira, que é mais um chuvisco. Mas todos os anos têm chuva na Expointer", citou Rezende, que descarta grandes rajadas de vento. "Pode até dar pequenos alagamentos."
Com chuva ou não, comparecer à feira é rotina para o casal Milton Mendes de Oliveira, 72 anos, e Gracilda Roleto, 70 anos, que não reclamou da chuva. "Tem todo o ano", reforçou Oliveira. Os dois moram em Porto Alegre e aproveitaram a segunda-feira para passear em Esteio. "Viemos conferir as novidades", comentam.
O pavilhão da Feira da Agricultura Familiar registrou aumento de 8% nas vendas no primeiro fim de semana frente ao mesmo período de 2015, somando R$ 474,7 mil. São 227 estandes, com variedade de cucas, vinhos, sucos, queijos, embutidos, artesanato, plantas e flores.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia