Obino e Deitos criaram solução que arrecada dinheiro para construções Obino e Deitos criaram solução que arrecada dinheiro para construções Foto: JONATHAN HECKLER/JC

Dupla cria plataforma para viabilizar investimento em imóveis

Crowdfunding para mercado imobiliário recebe aportes a partir de R$ 1 mil

Investir no mercado imobiliário não é mais opção exclusiva de milionários. Quem possibilita essa mudança mora bem perto: a Urbe.me é uma plataforma de investimento imobiliário criada em Porto Alegre, em outubro de 2015.
Em formato de crowdfunding, pela Urbe.me é possível investir em um imóvel a partir de R$ 1 mil. A taxa interna de retorno é de 13% a 17% ao ano, somado ao Índice Nacional de Custo da Construção (INCC). Ou seja, os ganhos ficam acima da inflação. O cálculo para o recebimento é de aproximadamente um ano após a construção do imóvel.
"A maioria das inovações vem das pessoas que querem resolver seus próprios problemas. O nosso era ter dinheiro para construir", resume o arquiteto Lucas Obino, 33 anos, que é também sócio-fundador do escritório de arquitetura Ospa. Ao lado do administrador Paulo Deitos, 34, a aposta na ideia veio da solidez do setor. "Eu sempre quis fazer muitas coisas, tinha boas ideias, mas faltava dinheiro", concorda Deitos.
Por dois anos, os empreendedores estudaram a legislação e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a fim de definir (e viabilizar) as bases da operação. Embora tecnicamente complexa no background, tem um modelo simples para quem vai investir. O primeiro projeto, lançado em São Paulo, no bairro Itaim, fechou o valor de R$ 1 milhão em 90 dias de captação, com 144 investidores. O primeiro projeto de Porto Alegre foi fechado em junho, e será realizado pela Rottaely.
Além de arrecadar para construção, a ideia vem embarcada em "democratizar o acesso ao negócio imobiliário", afirma Obino. Os investidores podem inclusive opinar e avaliar o empreendedimento no qual estão colocando dinheiro. Uma das principais bases, sustentam, é ser seguro para o investidor.
O desafio hoje é manter os melhores parceiros - de todas as propostas que se submetem a participar da Urbe.me, 5% passam para a próxima fase. O foco agora é escalar novos projetos e internacionalizar a empresa, tanto trazendo investidores estrangeiros, quanto para abrir projetos em outros países, começando na Argentina.
 MATÉRIA com fundadores da plataforma de investimento coletivo imobiliário Urbe.me

De olho nas FINTECHS

A Urbe.me é um exemplo de Fintech brasileira - abreviação de Financial Technology, em inglês - que são as empresas que usam da tecnologia para oferecer serviços financeiros - o que exclui o intermédio de instituições bancárias.
 
Compartilhe
Comentários ( 1 )
  1. Tv globo online gratis

    Eu realmente gosto que vocs tendem a ser tambm. Este tipo de trabalho inteligente e exposio ! Manter-se o muito bom funciona caras tenho adicionado vocs para meu blogroll.

Publicidade
Texto relacionados
Mostre seu Negócio