Natália trocou a Publicidade pelas próprias criações comestíveis Natália trocou a Publicidade pelas próprias criações comestíveis Foto: FREDY VIEIRA/JC

Publicitária cria fábrica de biscoitos artesanais

Com ajuda do marido, Natália Wartchow, da Biscoitinhos, fatura R$ 9 mil por mês

"E aí, tio", provocou um amigo. "Gastou quantos 'mil' pagando faculdade para ver tua filha virar doceira?" A pergunta, carregada de ironia, foi dirigida certa vez ao pai de Natália Wartchow, 35 anos. Formada em Publicidade e Propaganda, há oito anos, ela largou a carreira para investir na própria marca de doces personalizados, a Biscoitinhos.
Tudo começou no Natal de 2007, quando Natália assistia pela TV à customização de biscoitos amanteigados. Como boa fã de "artesanato e criações bacanas", ela decidiu se aventurar. "Pensei que seria ótimo presentear meus parentes com biscoitinhos decorados", lembra.
Resultado: os crocantes foram só elogios. Foi aí que ela enxergou no doce uma oportunidade de negócio - que hoje gera um faturamento médio mensal de R$ 9 mil.
Natália cria de tudo. Uma simples visita na página da Biscoitinhos no Facebook dá uma dimensão. Por lá, é possível ver guloseimas em formato de dominó, relógio, marinheiro, ovo de páscoa, lego, carro, flor, emojis, além de incontáveis personagens de desenhos infantis. Todos comestíveis. Mas, para pedi-los, é preciso antecedência.
 Biscoitinhos. Cred Divulgação
Os valores variam: em média, cada biscoito custa R$ 3,50. Houve casos, porém, em que ela cobrou mais de R$ 20,00 por unidade. "Depende da complexidade da decoração e do tamanho", explica Natália. A precisão na hora de customizar é garantida por uma impressora 3D, que faz a forma conforme o molde do pedido, e um projetor, para desenhar, colorir e fazer os acabamentos.
"Meu objetivo não é virar uma Bauducco, com biscoitos padronizados", dispara.
Outro diferencial é que a empresa não estipula pedido mínimo. "Se o cliente quiser apenas um biscoito, seja com o nome da namorada ou para qualquer formato, a gente faz", afirma Fabiano Santos, 35, marido e único ajudante de Natália. "É diferente dos outros lugares, que exigem um mínimo de unidades para personalizar o produto", emenda o parceiro na empreitada.
Recentemente, a empresa lançou a primeira loja física, na rua São Marcos, número 38, no bairro Bom Jesus e, até o fim de 2016, deve promover cursos de produção e decoração de biscoitos.

Etapas de produção

Na Biscoitinhos, a produção começa com o pedido de orçamento feito por e-mail. Na mensagem, o cliente propõe a demanda. Os valores são definidos conforme a complexidade e o tamanho do biscoito. Então, os cortadores são criados. Depois, é só fazer a massa e assar. #fome
 

Persistência

464771 Natália Wartchow, da Biscoitinhos: o lema é não desistir Foto: FREDY VIEIRA/JC
Na última Páscoa, Natália completou oito anos como empreendedora. A principal lição aprendida com a experiência, diz ela, é a persistência. "Às vezes, a gente tem uma ideia (de negócio), mas as pessoas não enxergam do mesmo jeito que nós e tentam nos dissuadir. O importante é não desistir."
Compartilhe
Artigos relacionados
Comentários ( )
Deixe um comentário

Publicidade
Newsletter

Receba no seu email todas as notícias sobre empreendedorismo. Cadastre-se:





Mostre seu Negócio
Redes Sociais