Isadora Jacoby

Com inúmeras referências, o espaço foi pensado para receber fãs da clássica sitcom nova-iorquina

Apartamento de Friends é criado para aluguel em Porto Alegre

Isadora Jacoby

Com inúmeras referências, o espaço foi pensado para receber fãs da clássica sitcom nova-iorquina

Seis amigos na casa dos 20 anos que dividem os perrengues e as alegrias rotineiras da vida adulta nos anos 1990. Poderia ser um enredo datado, mas mesmo após 27 de sua estreia, e 17 de seu encerramento, Friends segue sendo uma das séries mais icônicas de todos os tempos. Prova disso são os fãs da sitcom, que seguem se renovando ano após ano. Foi por essa perspectiva - de uma fã de carteirinha - que Giovanna Previdi recriou o apartamento da personagem Monica em Porto Alegre. O espaço, que ambienta a maior parte das cenas da série, agora está disponível para aluguel no bairro Petrópolis, na Capital.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Seis amigos na casa dos 20 anos que dividem os perrengues e as alegrias rotineiras da vida adulta nos anos 1990. Poderia ser um enredo datado, mas mesmo após 27 de sua estreia, e 17 de seu encerramento, Friends segue sendo uma das séries mais icônicas de todos os tempos. Prova disso são os fãs da sitcom, que seguem se renovando ano após ano. Foi por essa perspectiva - de uma fã de carteirinha - que Giovanna Previdi recriou o apartamento da personagem Monica em Porto Alegre. O espaço, que ambienta a maior parte das cenas da série, agora está disponível para aluguel no bairro Petrópolis, na Capital.
Giovanna conta que a ideia surgiu a partir da experiência da família com locação de imóveis. Eles administram o Refúgio La Ventana, que fica em uma propriedade rural em São Francisco de Paula. A iniciativa de recriar o apartamento de Friends aconteceria, inicialmente, no Litoral. “Meus pais tinham um terreno na praia que estavam pensando em construir. Lugar na praia tem um monte, mas se fosse um lugar temático talvez se destacasse. Logo disse que não poderia ser qualquer temática: seria o apartamento da Monica, do Friends. Nem meu pai nem minha mãe tinham visto a série, mas toparam. É um fenômeno global, a maior série de todos os tempos, não é moda, e é um apartamento aconchegante, não é difícil de realizar, porque são móveis normais”, explica a empreendedora. No entanto, no caminho da construção do novo negócio, Giovanna enfrentou a perda do pai e o projeto ficou na gaveta. Até que o espaço ideal para o negócio apareceu.
“O Alexandre, meu namorado, estava procurando um apartamento para se mudar e foi aí que encontramos um apartamento que era ideal para a Monica. É em um prédio pequeno, no sexto andar, considerando o pavimento da rua, exatamente como o prédio de Nova Iorque, e tem uma curiosidade: o elevador do prédio vai até o quarto andar. Do quarto para o quinto, tem que ir de escadas, e isso faz diferença, porque eles não usavam elevador. Pareceu meio sinal. Minha mãe e meu irmão foram olhar, porque sempre foi um projeto familiar, e gostaram. Foi assim que começou o apartamento da Monica em Porto Alegre”, lembra Giovanna.
De lá para cá, se passaram quatro meses de muita mão na massa e maratonas da série para rever todos os detalhes. “Reassisti os 236 episódios, enquanto estava produzindo, com caneta e papel na mão e olhando diferente, anotando os detalhes”, revela. Para os fãs da série, basta um olhar rápido no ambiente para se sentir em Nova Iorque. As cores da parede, o piso, os móveis: tudo está ali. “A ideia nunca foi fazer uma recriação fiel, porque a planta é diferente, é um espaço muito menor. Por essa razão, queríamos que fosse o mais fidedigno dentro dessas possibilidades. Quando abre a porta, parece que está em um universo paralelo, mesmo para mim que fui vivenciando cada etapa”, orgulha-se.
MARIANA ALVES/JC
O projeto foi feito por todas as mãos da família. O irmão da Giovanna, que é engenheiro, assinou o projeto. O piso, as portas e os móveis foram pintados e instalados pela mãe da empreendedora. Alexandre, o namorado, ficou responsável pelas instalações elétricas. E ela, a fã, pelos detalhes. “A maior parte dos móveis e objetos são de segunda mão, muita coisa a gente tinha, inclusive no Refúgio, e muitas outras nós fizemos. Foram muitas horas de Mercado Livre, Olx e Enjoei para encontrarmos os objetos. Foi muito garimpado e feito por nós mesmos, por uma questão de custos, mas também porque a gente gosta”, conta.
Para criar um espaço de uma série com fãs tão fiéis, Giovanna afirma que não poupou esforços e atenção aos detalhes. Todos os objetos que estão lá são em inglês, para que o hóspede realmente se sinta em Nova Iorque. Os livros que aparecem na série, como o Iluminado, que Joey esconde no freezer, estão disponíveis para leitura no apartamento. “Mapeei todos os livros que eles liam, comprei edições usadas e fiz sobrecapas em inglês para que a pessoa pudesse tirar foto, mas por dentro é o livro em português para leitura”, explica. Outro detalhe importante do apartamento, a janela, ganhou uma adaptação. Já que o espaço em Porto Alegre não possui uma sacada, a família encontrou uma alternativa para recriar a sensação para o hóspede. “Conseguimos uma foto de uma rua de Greenwich Village, que é o bairro do apartamento, em um ângulo mais ou menos perfeito que eles estariam olhando a partir do terraço”, destaca.
MARIANA ALVES/JC
O apartamento, que comporta quatro pessoas, foi pensado para ser locado pelo Airbnb, mas, por enquanto, está passando por testes e hospedando amigos da família. As informações são atualizadas pelo Instagram (@apedamonica). Apesar de ter sido construído para locação, Giovanna garante que, mais que um negócio, é um espaço de muito afeto. “Ele realmente foi construído por fã. É uma conexão entre pessoas. Parece um clichê, mas não é um modelo de negócio de Airbnb, pensado em ganhar dinheiro com isso, tem uma proposta diferente. Não é para ser uma estadia convencional. Tem excelentes lugares e hotéis em Porto Alegre, a ideia não é ser mais um espaço para se hospedar para dormir, tomar banho. É para viver uma experiência”, pondera Giovanna.
As 10 temporadas da série fornecem um arsenal de referências para o espaço. A empreendedora conta que a proposta é ir renovando os elementos ao longo do tempo, assim como acontece com o apartamento original. Apesar da relação afetiva com a sitcom, Giovanna diz que não consegue escolher um episódio ou personagem favorito e considera este um dos grandes méritos de Friends. “Não tenho um personagem favorito, tenho três: Joey, Chandler e Phoebe. Mas isso é um grande mérito da própria série. Normalmente tem um favorito, um casal protagonista. E eles conseguiram criar seis protagonistas, e, se perguntar para diferentes pessoas, cada um vai ter personagens preferidos diferentes. Não vai existir outro Friends, mas espero que a nossa temporada aqui seja eterna”, deseja.
MARIANA ALVES/JC
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário