Isadora Jacoby

SouZero iniciou operação em julho deste ano por delivery

Marca de doces saudáveis de Canoas ganha fábrica própria

Isadora Jacoby

SouZero iniciou operação em julho deste ano por delivery

Aos 19 anos, Maria Eduarda Lemos comemora os resultados de uma trajetória empreendedora iniciada aos 15. À frente da Sou Zero (@souzero), marca de doces saudáveis e inclusivos nascida em Canoas em julho deste ano, ela mudou, na última semana, sua produção para Porto Alegre, expandindo o delivery também para a Capital. A troca de endereço faz parte de um projeto ainda mais ambicioso: tornar-se uma fábrica de doces saudáveis com presença nacional em lojas e mercados especializados.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Aos 19 anos, Maria Eduarda Lemos comemora os resultados de uma trajetória empreendedora iniciada aos 15. À frente da Sou Zero (@souzero), marca de doces saudáveis e inclusivos nascida em Canoas em julho deste ano, ela mudou, na última semana, sua produção para Porto Alegre, expandindo o delivery também para a Capital. A troca de endereço faz parte de um projeto ainda mais ambicioso: tornar-se uma fábrica de doces saudáveis com presença nacional em lojas e mercados especializados.
O processo de tornar a produção de doces um negócio começou na adolescência da empreendedora, que fazia opções tradicionais ainda sem a proposta de produzir itens sem adição de açúcar, lactose e glúten. "Não tinha uma estrutura financeira boa, mas sempre fui de me virar e nunca tive vergonha. Meu namorado, na época, me deu a ideia de vender doces e me ajudou comprando os materiais", lembra Maria, que conquistava cada cliente pessoalmente. "Morava em um condomínio com quatro blocos e vendia de porta em porta. Faturava R$ 200,00 em um dia, o que era muito dinheiro para uma guria de 15 anos. Continuei e comecei a levar mais a sério pelo Instagram", conta.
Fazer fotos, inclusive, era um desafio, segundo Maria, pois não tinha um celular adequado para a produção de conteúdo. Nada que freasse a vontade de levar o negócio em frente. "Os doces começaram a bombar e eu tinha que tirar as fotos. Descobri que uma vizinha tinha um iPhone e ia de tarde na casa dela para fazer as fotos. Depois, comprei um celular que parcelei tanto que estou pagando até hoje", diverte-se.
Quando formalizou o negócio, a primeira empresa a nascer foi a Vício Gourmet, com delivery em Canoas. O carro-chefe da operação, conta Maria, é uma receita criada por ela, chamada Orinho. No entanto, com a pandemia e o surgimento de outros negócios no mesmo formato, Maria sentiu a necessidade de se reinventar. "Vi muita loja de delivery de doce abrindo na pandemia, com pessoas que tinham mais capital que eu para investir, e eu ali fazendo o que dava. Tive um insight que não tinha ninguém fazendo doces saudáveis em Canoas, porque sou intolerante à lactose e sempre procurava e não achava algo bom. Comecei a futricar, ir nas lojas de produtos saudáveis, ver como era. Sabia que queria criar um produto, mas o que eu entendia era de leite condensado e açúcar. Comecei a estudar e fiquei um ano empenhada nisso", conta Maria, que começou a operação da SouZero em julho deste ano por delivery. Os doces em pote são produzidos sem adição de açúcar, lactose e glúten e custam a partir de R$ 22,00.
Em poucos meses, a empreendedora mudou a produção, que era feita em seu apartamento em Canoas, para uma cozinha industrial no bairro São Geraldo, em Porto Alegre. A mudança, revela Maria, faz parte da construção dos próximos passos da marca. Durante uma live sobre empreendedorismo que participou, seu projeto chamou atenção de um escritório de São Paulo, que faz a distribuição de produtos do segmento. "Eles já estavam com uma ideia de aumentar a linha de produtos, viram a proposta dos doces inclusivos e se interessaram em distribuir. Em três meses, tirei a produção da minha casa para virar uma pequena indústria", diz, cheia de trabalho e novas responsabilidades.
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário