Mauro Belo Schneider

Negócio soma mais de 100 funcionários e atende cerca de 400 supermercados

Startup de Canoas desenvolve soluções de cashback para empresas

Mauro Belo Schneider

Negócio soma mais de 100 funcionários e atende cerca de 400 supermercados

Pesquisas apontam que a decisão de compra de muitos consumidores e consumidoras, atualmente, tem sido baseada na condição de haver alguma vantagem financeira. Aplicativos de transporte que oferecem código de desconto, por exemplo, atraem o público. O termo cashback vem se popularizando e, como a tradução descreve, está relacionado à devolução de parte do dinheiro da compra ao cliente. Uma startup de Canoas se especializou neste nicho e registra procura crescente pelo serviço.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Pesquisas apontam que a decisão de compra de muitos consumidores e consumidoras, atualmente, tem sido baseada na condição de haver alguma vantagem financeira. Aplicativos de transporte que oferecem código de desconto, por exemplo, atraem o público. O termo cashback vem se popularizando e, como a tradução descreve, está relacionado à devolução de parte do dinheiro da compra ao cliente. Uma startup de Canoas se especializou neste nicho e registra procura crescente pelo serviço.
A QQCTech, parte do Grupo Telecon, participou do Programa StartupRS, do Sebrae-RS, e ficou entre as primeiras colocadas da atividade por conta de suas estratégias. Hoje, conta com mais de 110 colaboradores distribuídos na matriz de Canoas, soma filiais em outros estados e atende mais de 400 supermercados de médio porte pelo Brasil.
“Desenvolvemos um aplicativo White Label. Possibilitamos que cada supermercado possua o seu aplicativo para fidelizar os seus clientes através do cashback”, diz Dautro Ribeiro, diretor comercial do Grupo Telecon. “O uso de desconto é algo que o cliente sempre teve e o ganho de pontos está desgastado. Cashback é dinheiro de volta e chega com força. Percebemos que o resultado é muito mais atrativo com produtos do dia a dia, como leite, óleo de soja, arroz, etc”, avalia ele.
O uso do termo cashback no Marketing nasceu nos Estados Unidos no final dos anos 1990, mas no Brasil começou a ser usado por varejistas há pouco tempo. Para Dautro, o grande trunfo do conceito é que cada real investido em publicidade resulta em venda ou em interação com o cliente. “Nossa tecnologia permite que os estabelecimentos possam ter os seus SuperAPPs com os nomes de seus supermercados. A ferramenta se conecta ao e-commerce, redes sociais, bigdata e fintech”, detalha o empreendedor.
A QQCTech (www.qqctech.com.br) cobra uma mensalidade de R$ 499,00 para oferecer o aplicativo às empresas, investimento que inclui manutenções. A startup estima que o valor do ticket médio dos clientes fidelizados pelo aplicativo dobra de tamanho.
Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Mauro Belo Schneider

Mauro Belo Schneider - editor do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário