Júlia Diefenbach

A Intensa foi idealizada por Adelino Bilhalva, único colaborador fixo da empresa

Produtora de Porto Alegre foca em projetos de menor orçamento

Júlia Diefenbach

A Intensa foi idealizada por Adelino Bilhalva, único colaborador fixo da empresa

Os primeiros passos na direção da criação da Intensa, uma produtora de vídeo de Porto Alegre, foram dados nos horários vagos que Adelino Bilhalva tinha em seu emprego anterior, para que ele e seus colegas de trabalho desenvolvessem seus portfólios. Com o tempo e o avanço das produções no tempo livre, Adelino percebeu que valeria a pena investir nisso e abandonar seu emprego prévio. Hoje, a produtora, comandada por Adelino e que atua com profissionais freelancers, já soma trabalhos com o Hospital Moinhos de Vento, Google for Education, Liniker, Hospital Ernesto Dornelles, Dental Arte, entre outros.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Os primeiros passos na direção da criação da Intensa, uma produtora de vídeo de Porto Alegre, foram dados nos horários vagos que Adelino Bilhalva tinha em seu emprego anterior, para que ele e seus colegas de trabalho desenvolvessem seus portfólios. Com o tempo e o avanço das produções no tempo livre, Adelino percebeu que valeria a pena investir nisso e abandonar seu emprego prévio. Hoje, a produtora, comandada por Adelino e que atua com profissionais freelancers, já soma trabalhos com o Hospital Moinhos de Vento, Google for Education, Liniker, Hospital Ernesto Dornelles, Dental Arte, entre outros.
A proposta da Intensa é entender as demandas do cliente e ser realista sobre as possibilidades de produção. “Quando nós encontramos um cliente que entende o que ele está precisando, viabilizamos a ideia dele”, conta Adelino. “O que acontece muito com empresas de produção é que elas não conseguem tirar o trabalho da gaveta porque fica muito caro. A galera quer fazer um trabalho de cinema, com alta produção, figurinista, caminhão, um monte de iluminação… Na maioria das vezes, isso não é possível para o cliente”, explica.
Uma produção com um orçamento menor, no entanto, não precisa significar um prejuízo à ideia do cliente que busca esse tipo de serviço. “Quando eu converso com o cliente, entendo que ele precisa de bastante conteúdo. Hoje em dia, quanto mais conteúdo para a internet, melhor, e aí não adianta gastar uma fortuna em uma produção só. O objetivo é fazer com que o meu cliente se comunique com o cliente dele, e isso, muitas vezes, não requer uma superprodução”, relata.
Segundo Adelino, a formação enxuta da empresa é proposital. “Na Intensa, sou só eu e a ideia é que continue assim. Antes, uma produtora tinha uma casa cheia de gente, mas eu não tenho como ter um quadro de pessoas fixas porque cada trabalho precisa de alguma coisa específica”, diz. “Assim, baixamos o custo para o cliente também, porque ele não tem que manter uma estrutura grande, ele vai manter os profissionais que ele precisa para aquele trabalho”, completa. O produtor afirma que, na grande maioria das produções, a equipe é formada por ele e mais um profissional.
INTENSA/DIVULGAÇÃO/JC
A empresa teve um investimento inicial baixo, já que Adelino construiu o inventário da Intensa conforme percebia necessidade de melhora em algumas áreas. “Quando começamos, em 2012, com um canal no YouTube, se colocávamos um vídeo no ar e alguém nos comentários dizia que o som estava ruim, eu pesquisava sobre como melhorar o som, e assim foi indo”, lembra. “Conforme ia entrando mais dinheiro, eu ia pesquisando e comprando equipamentos melhores”, fala.
“Uma coisa que ajuda a viabilizar a produção para o cliente é o fato de que nós fazemos muita gambiarra. Pegamos um equipamento que não é para determinada coisa e transformamos ele para que funcione”, afirma Adelino. “Há pouco tempo, tivemos um cliente que queria uma cena de travelling, acompanhando a pessoa que estava falando, mas isso requer a instalação de um trilho ou um piso muito liso”, conta. Como o cliente não dispunha de nenhum dos dois, a Intensa viabilizou a cena por meio da montagem de uma “engrenagem” composta por um Steadicam em cima de um tripé, posicionado em cima de um carrinho.
O portfólio da Intensa pode ser conferido no Instagram (@inteeensa) e no site da empresa (https://inteeensa.com.br), que também conta com mais informações, canais para contato e um formulário para pedidos de orçamento.

Deixe um comentário