Isadora Jacoby

Sanduíche de pastrami e baggle de salmão defumado são as apostas da Moishe's Deli

Com releitura de clássicos, delicatessen de comida judaica abre em Porto Alegre

Isadora Jacoby

Sanduíche de pastrami e baggle de salmão defumado são as apostas da Moishe's Deli

Abre as portas nessa quinta-feira, em soft opening, o Moishe's Deli, negócio no estilo comida de rua dedicado à gastronomia judaica. A proposta é trazer para Porto Alegre uma releitura de itens típicos, tendo o sanduíche de pastrami e o baggle de salmão defumado como as principais apostas do cardápio. O local, ainda, funciona como delicatassen, comercializando itens para que a clientela leve para casa, como mostarda, picles e hummus. 

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Abre as portas nessa quinta-feira, em soft opening, o Moishe's Deli, negócio no estilo comida de rua dedicado à gastronomia judaica. A proposta é trazer para Porto Alegre uma releitura de itens típicos, tendo o sanduíche de pastrami e o baggle de salmão defumado como as principais apostas do cardápio. O local, ainda, funciona como delicatassen, comercializando itens para que a clientela leve para casa, como mostarda, picles e hummus. 
O negócio é a nova aposta do empreendedor Marcelo Libel, 34 anos, que está à frente de outras marcas de gastronomia da Capital, como o Sim Sala Bim, desde 2011, as hamburguerias Tio Burger e Sobrinho, o delivery de comida mexicana Burro Burritos e a marca de donuts O Culpado Doces. A ideia da nova empreitada já era um desejo antigo de Marcelo, mas saiu do papel a partir da expansão do Tio Burger, que ganhou uma nova unidade recentemente na avenida Protásio Alves, esquina com a rua Miguel Tostes. "Quando viajei para Nova Iorque, vi muita coisa legal da culinária de judeus que se estabeleceram nos Estados Unidos, principalmente através do pastrami e do baggle. Ficou na minha cabeça essa ideia. Como a segunda loja do Tio é bem grande, pensei em fazer algo no estilo comida de rua com esses produtos", explica o empreendedor. 
A operação ocupa um espaço na lateral na hamburgueria. Um muro pintado com a frase '- ódio, + pastrami' chama atenção de quem passa pela região. A identidade visual gerou, segundo Marcelo, grande repercussão e curiosidade do público, o que foi uma surpresa positiva para o empreendedor. "Está chamando bastante atenção, principalmente da comunidade judaica, que estava muito carente desse tipo de culinária com defumação. As pessoas estão mandando mensagem todos os dias perguntando sobre a inauguração. É uma coisa que não tinha visto antes nos meus outros negócios, estou sentindo uma demanda bizarra por esses produtos", comemora.
O cardápio, que está sendo desenvolvido de forma conjunta com o chef Fernando Ruiz, é inspirado nos pratos tradicionais com releituras mais contemporâneas de itens da culinária judaica. "Minhas duas avós foram as melhores cozinheiras que eu conheci, então tenho uma familiaridade muito grande com a culinária judaica. O pastrami, o salmão defumado e o baggle não são coisas tão comuns na cultura judaico-brasileira. O pastrami é uma carne curada que foi desenvolvida de uma forma rústica pelos judeus imigrantes que colocavam sal na carne para ela não estragar. Ela fica em torno de 15 dias nesse processo para marinar e depois ela assa por cerca de seis horas", explica Marcelo, que investiu aproximadamente R$ 60 mil no negócio.
MOISHESDELI/ DIVULGAÇÃO/JC
 
Para o empreendedor, mais que a abertura de um novo negócio, a concepção do Moishe's Deli foi uma reconexão com as suas raízes. Emocionado, ele lembra a trajetória da família e conta que o local é uma homenagem para a comunidade judaica de Porto Alegre. "Claro que nunca se faz um negócio sem pensar no financeiro. Mas esse é o negócio que, de longe, toca mais no meu emocional que todos outros, porque estou tendo um contato com essa cultura. Comecei a pesquisar e ter uma conexão com o judaísmo que eu nem sabia que existia. A figura do Moishe foi baseada no meu bisavô. Está sendo muito emocionante", conta. 
O local, que fica na rua Miguel Tostes, n° 997, abre nesta quinta-feira em soft opening e vai operar de terça a sexta-feira das 18h às 22h30min, e aos sábados e domingos das 12h às 22h30min. A partir da próxima semana, deve estar disponível para delivery.
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário