Isadora Jacoby

Vinícius Correa, fundador da Mailbiz, compartilha dicas de como as empresas podem se aproximar do público por meio de ferramentas como e-mail marketing

'Manter os consumidores que já compraram da sua marca é fundamental'

Isadora Jacoby

Vinícius Correa, fundador da Mailbiz, compartilha dicas de como as empresas podem se aproximar do público por meio de ferramentas como e-mail marketing

Com o crescimento das compras online no último ano, a busca por estratégias para manter e captar novos clientes faz parte da rotina de quem está à frente de um negócio. A Mailbiz, empresa de Santa Cruz do Sul especialista em tecnologia e consultoria de e-mail marketing para lojas virtuais, sentiu o impacto dessas transformações. Ela fechou 2020 com um crescimento de 46% no faturamento e de 53% na base de clientes. Para 2021, a meta é crescer cerca de 50% em receita. Para isso, Vinícius Correa, fundador da Mailbiz, pretende investir em tecnologia e produtos. "Queremos entregar novos recursos cada vez mais avançados que ajudarão os lojistas a fazerem vendas automatizadas e se aproximarem ainda mais de sua audiência. Porém, não perderemos a nossa essência, que é o foco no atendimento", revela. Nesta entrevista, Vinícius compartilha dicas de como as empresas podem se aproximar do público por meio de ferramentas como e-mail marketing e aponta as principais tendências do segmento. 
Com o crescimento das compras online no último ano, a busca por estratégias para manter e captar novos clientes faz parte da rotina de quem está à frente de um negócio. A Mailbiz, empresa de Santa Cruz do Sul especialista em tecnologia e consultoria de e-mail marketing para lojas virtuais, sentiu o impacto dessas transformações. Ela fechou 2020 com um crescimento de 46% no faturamento e de 53% na base de clientes. Para 2021, a meta é crescer cerca de 50% em receita. Para isso, Vinícius Correa, fundador da Mailbiz, pretende investir em tecnologia e produtos. "Queremos entregar novos recursos cada vez mais avançados que ajudarão os lojistas a fazerem vendas automatizadas e se aproximarem ainda mais de sua audiência. Porém, não perderemos a nossa essência, que é o foco no atendimento", revela. Nesta entrevista, Vinícius compartilha dicas de como as empresas podem se aproximar do público por meio de ferramentas como e-mail marketing e aponta as principais tendências do segmento. 
GeraçãoE - Quais os principais serviços oferecidos pela Mailbiz e qual o público-alvo da empresa?
Vinícius Correa - A Mailbiz é uma empresa especializada em tecnologia e consultoria de e-mail marketing para e-commerce. Além de oferecer uma ferramenta simples de usar, é a única que também atua com consultoria para ajudar o lojista a obter o máximo de engajamento e vendas através de e-mail marketing. Com ela, é possível fazer integração de clientes e assinantes do seu e-commerce, além de possuir dashboard claro e objetivo com consolidação de dados em Funil de Vendas completo, Módulo Analytics, Segmentações e Automações inteligentes, ferramenta de landing pages e muito mais. O público-alvo são, em grande parte, lojas virtuais de qualquer segmento. Ajudamos desde a empresa que está começando até aquela que precisa melhorar os resultados das vendas.
GE - Qual a importância do e-mail marketing?
Vinícius - Para alcançar bons resultados nos negócios, é importante combinar a atração de novos consumidores com a construção de um relacionamento sólido com quem já é seu cliente. Isso quer dizer que é preciso manter a relação ativa após a venda, garantindo uma ótima experiência com a sua marca. E, para isso, o e-mail marketing é uma potente ferramenta. Manter os consumidores que já compraram da sua marca é fundamental para o crescimento do seu negócio. Estudos de mercado mostram que manter um cliente pode ser até 12 vezes mais barato do que conquistar um novo. Além disso, um cliente fiel se torna um divulgador de seus produtos e serviços. Utilizar o e-mail marketing no e-commerce é muito benéfico para os negócios porque gera engajamento, cria e reforça a relação com o cliente, aumenta o tráfego nos seus outros canais de comunicação e gera vendas.
GE - Na hora da comunicação com o público, qual o maior desafio?
Vinícius - Saber se relacionar bem com os clientes e leads é um dos maiores desafios do e-commerce. Pois é preciso saber não apenas atraí-los, como também retê-los. Para tanto, é fundamental conhecer quem são suas personas e direcionar uma comunicação adequada às necessidades e à linguagem delas.
GE - É fundamental ter uma comunicação personalizada de acordo com o perfil do cliente?
Vinícius - Toda base de contatos tem perfis de públicos diferentes. Porém, em uma campanha de e-mail, muitas empresas não levam esse aspecto em consideração. É por isso que acumulam resultados ruins. Para melhorar o desempenho, é de suma importância que você aprenda como enviar e-mail marketing segmentado. Quando se faz opção por uma campanha generalizada, corre-se o risco de enviar mensagens com linguagem, produtos ou ofertas que não irão agradar a determinados públicos. Os resultados disso são seus e-mails irem parar na caixa de spam e as chances de negociar com essas pessoas diminuírem. Por outro lado, se a escolha for o e-mail marketing segmentado, é bem mais fácil estabelecer um canal de relacionamento que leve em consideração as expectativas e os desejos dos vários públicos que a empresa pode ter. Em contrapartida, as chances de fazer negócio com essas pessoas aumentam. Aqui vão algumas dicas de como segmentar e personalizar sua campanha de e-mail marketing:
1 - Hábitos do cliente: o primeiro passo para fazer uma boa segmentação é conhecer a sua base de contatos. Uma campanha de produtos para barba não pode ser entregue para homens que não adotem esse tipo de visual. Assim, é preciso se informar sobre os hábitos dos seus clientes. Uma das formas para obter essas informações é por meio das landing pages, pois permitem definir as perguntas que trarão os dados mais relevantes.
2 - Histórico de compra: observar o comportamento dos seus consumidores é uma excelente forma de trabalhar um modelo de comunicação personalizado e, ainda, impulsionar novas compras em sua empresa. Afinal, se uma pessoa adquiriu determinado produto é possível que queira outra mercadoria similar. Por exemplo, um consumidor compra um par de tênis para corridas. Após alguns dias, mande para ele uma oferta de meias ou roupas para a prática desse esporte. A possibilidade de fazer um novo negócio aumenta bastante e também cria uma boa imagem sobre a sua empresa.
3 - Localização geográfica: o mineiro tem o hábito de comer queijo, o capixaba é conhecido por gostar de moqueca e o gaúcho por tomar chimarrão. Cada localidade possui uma especificidade e uma cultura própria. E isso precisa ser levado em consideração em uma campanha de e-mail marketing segmentado. Saiba a localidade dos seus consumidores para não correr o risco de enviar ofertas de frete grátis para São Paulo para um morador de Salvador. Essa desatenção desestimula a compra e, ainda, cria uma imagem ruim do negócio.
GE - Como pequenos negócios podem aplicar isso?
Vinícius - Tenha um planejamento e cumpra. Campanhas enviadas sem uma programação fixa e com grande intervalo de tempo entre uma e outra acabam diminuindo o engajamento e de quebra impactam negativamente na sua reputação de remetente. Comece com pouco e vá crescendo. Estabeleça uma programação que seja adequada às condições da empresa, mas que, principalmente, você consiga pôr em prática.
GE - Qual o investimento necessário para contratar os serviços da Mailbiz?
Vinícius - Os planos da Mailbiz iniciam em R$ 329,00, sem fidelidade e multa em caso de cancelamento. Oferecemos treinamento incluído em todos os planos e atendimento pelo time de suporte.
GE - Como a marca pode ter uma comunicação mais assertiva na pandemia?
Vinícius - Em momentos de crise, sempre surgem novas oportunidades para fortalecimento de laços com o público. Se você enviar apenas os e-mails padronizados de promoções, perderá uma grande chance de criar mais valor para a sua marca. Por mais que a necessidade imediata de todos os negócios sejam as vendas, é recomendável incluir na estratégia algumas campanhas de conteúdo e não apenas promoções. Está claro também que as pessoas têm comprado menos supérfluos e mais produtos essenciais. Se você trabalhar com este tipo de mercadoria, é um bom momento para dar descontos, criar combos e kits, isto sem falar no frete grátis.
GE - Quais as maiores tendências para o setor de e-commerce?
Vinícius - O crescimento do uso de assistentes virtuais, como fazem as marcas Magazine Luiza, Natura e Casas Bahia; live commerce; eventos com influenciadores carismáticos, que apresentam produtos e serviços em lives com o objetivo de gerar vendas; e uso de vídeos e a realidade virtual e aumentada.
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário