Douglas Collares

Em sua primeira linha de produtos, a Casa Mizta tem colchas, duvets e almofadas

Empreendedoras gaúchas criam marca de roupas de cama de luxo

Douglas Collares

Em sua primeira linha de produtos, a Casa Mizta tem colchas, duvets e almofadas

Com o confinamento ocasionado pela pandemia, as casas deixaram de ser apenas o lugar de descanso. As salas de estar se transformaram em palco de reuniões virtuais, ou até em academias, e os quartos ganharam rotinas de escritório. Pensando nisso, a administradora Maria Eduarda Napoleão e designer Laura Rinaldi uniram seus conhecimentos e a antiga vontade de empreender para começar um negócio de home decor. “A pandemia impôs para as pessoas um novo conceito de casa. Percebemos que a relação que as pessoas construíram com seu lar, por passarem bem mais tempo nele, mudou. A sua casa pode fazer parte do seu estilo de vida e da sua personalidade”, afirma Laura.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Com o confinamento ocasionado pela pandemia, as casas deixaram de ser apenas o lugar de descanso. As salas de estar se transformaram em palco de reuniões virtuais, ou até em academias, e os quartos ganharam rotinas de escritório. Pensando nisso, a administradora Maria Eduarda Napoleão e designer Laura Rinaldi uniram seus conhecimentos e a antiga vontade de empreender para começar um negócio de home decor. “A pandemia impôs para as pessoas um novo conceito de casa. Percebemos que a relação que as pessoas construíram com seu lar, por passarem bem mais tempo nele, mudou. A sua casa pode fazer parte do seu estilo de vida e da sua personalidade”, afirma Laura.
A Casa Mizta tem, em sua primeira linha de produtos, colchas, duvets (capa para edredom) e almofadas, com estampas inspiradas em florais, padrões da cultura indígena brasileira e moda praia. A marca, inaugurada em dezembro, conta com 67 itens a venda em seu e-commerce.
Mas não foi só a vontade de empreender das amigas que motivou o início do negócio. A falta de produção em grande escala de produtos de luxo encorajou a dupla a investir no ramo. “Geralmente, as pessoas que querem produtos com personalidade e ousadia acabam fazendo encomenda sob medida. Nós queríamos aumentar esse tipo de produção e, ao mesmo tempo, garantir a qualidade do nosso produto. Pesquisamos bastante pra conseguir trazer uma opção diferenciada para o mercado, com acabamento legal e uma boa estética”, explica a empreendedora.
Divulgação/ Casa Mizta/ JC
Apesar do cenário de pandemia ajudar no crescimento do mercado de luxo que, no Brasil, movimentou R$ 26 bilhões em 2018 e, até 2023, estima-se que lucre até R$ 29 bilhões, segundo estudo realizado pela Consultoria Euromonitor International, o momento atual atípico também trouxe dificuldades para as empreendedoras. “O principal lado negativo da pandemia é a escassez de matéria prima. Alguns fornecedores nos sinalizaram que tinham produtos em falta. A alta do dólar também impacta nos valores dos tecidos, e também fomos sinalizadas sobre o aumento de produtos que já havíamos adquirido anteriormente. O aumento do custo e escassez de matéria prima são o maior impacto negativo que observamos até agora”, relata Laura.
Com o início de um novo ano, chegam novas metas e expectativas também. Laura projeta a ampliação no portfólio de produtos da Casa Mizta, trazendo itens de mesa posta e banho, além da organização de eventos online para arquitetos e decoradores.
Para quem deseja decorar seu lar, mas o orçamento curto não permite grandes investimentos, a empreendedora dá dicas de como alegrar o dia a dia a partir de toques decorativos. ”Invista em peças multifuncionais e use a criatividade para combinar cores. Dê pinceladas de cores pela casa, seja em objetos ou em alguma parede. A nossa casa é o cenário de nossas vidas. Nós, da Casa Mizta, acreditamos que é essencial viver em um ambiente que entusiasme e que seja belo”, afirma Laura Rinaldi.
Divulgação/ Casa Mizta/ JC
Douglas Collares

Douglas Collares - estagiário do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Douglas Collares

Douglas Collares - estagiário do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário