Valdomiro Soares
Valdomiro Soares

Lideranças no pós-pandemia

Valdomiro Soares

A flexibilização de horários e possibilidade de trabalho remoto mostraram que alguns cargos não necessitam serem realizados presencialmente

Lideranças no pós-pandemia

Valdomiro Soares

A flexibilização de horários e possibilidade de trabalho remoto mostraram que alguns cargos não necessitam serem realizados presencialmente

Com o fim do ano de 2020, a esperança da volta da rotina normal, com a adesão da vacina do coronavírus, aumenta. Agora é o momento dos gestores e líderes das empresas refletirem sobre como será a transição para o pós-pandemia, para garantir que os colaboradores se adaptem com eficiência e, principalmente, segurança.
A expectativa é que o retorno seja quando a salubridade esteja garantida, porém, a sensação de segurança será fundamental. A pandemia de Covid-19 afetou também o psicológico das pessoas, podendo, até mesmo, gerar transtornos pós-traumáticos em função do isolamento e medo de ser contaminado.
Por isso, é primordial que as empresas se atentem em garantir que todos os colaboradores que retornarem se sintam seguros nos ambientes corporativos.
Alguns processos administrativos também serão mudados. A flexibilização de horários e possibilidade de trabalho remoto mostraram que alguns cargos não necessitam serem realizados presencialmente e, com isso, diminuem os custos por funcionário da empresa e ainda possibilita que o colaborar realize o trabalho do conforto de sua casa.
Reuniões virtuais mostraram ser uma ótima opção de diminuir as burocracias do dia a dia e reduzir os tempos de deslocamento.
Mas o fator que mais influenciará nas lideranças nesse pós-pandemia será a motivação dos funcionários e colaboradores.
Durante o home office, cada profissional pôde desenvolver seu próprio método de trabalho em sua casa e se desprendeu das metodologias do ambiente de trabalho. Com isso, será prioridade para os gestores a reorganização das estruturas empresariais, mas sem oprimir os métodos individuais de cada profissional.
Identificar as necessidades do novo tempo, analisar os métodos eficazes e aceitar que algumas mudanças serão permanentes são passos iniciais para gerir pessoas no período pós-pandemia.
O grande desafio será a manutenção da competitividade que exige alicerces com novas estruturas que permitem agilidade e flexibilidade.
Valdomiro Soares
Valdomiro Soares

Deixe um comentário