Pâmela Maidana

Além do brigadeiro, o Pudim da Zuzu possui mais de 20 sabores

Empreendedora aposta em tele-entrega de pudim gourmet em Porto Alegre

Pâmela Maidana

Além do brigadeiro, o Pudim da Zuzu possui mais de 20 sabores

O pudim é um dos doces mais clássicos do Brasil, e as receitas costumam passar de geração em geração nas famílias. Esse é o caso da empreendedora Zuleica Mendes Ribeiro Corrêa, 44 anos, a Zuzu, que aprendeu a fazer o pudim de brigadeiro com a sua mãe quando ainda era adolescente. Hoje, ela está à frente do Pudim da Zuzu, um negócio especializado em pudins de diversos tamanhos e com mais de 20 sabores.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

O pudim é um dos doces mais clássicos do Brasil, e as receitas costumam passar de geração em geração nas famílias. Esse é o caso da empreendedora Zuleica Mendes Ribeiro Corrêa, 44 anos, a Zuzu, que aprendeu a fazer o pudim de brigadeiro com a sua mãe quando ainda era adolescente. Hoje, ela está à frente do Pudim da Zuzu, um negócio especializado em pudins de diversos tamanhos e com mais de 20 sabores.
Formada em Educação Física, o negócio de pudins começou como um plano C para Zuzu, pois ela já tinha dois empregos enquanto estava na faculdade, conciliando um estágio na Pucrs e com massagens de shiatsu particulares e em eventos. "Em 2014, começou a crise e, então, as coisas começaram a mudar. Fazer massagens não era algo mais tão necessário, os alunos da natação foram diminuindo, e o pudim, que era o plano C, começou a deslanchar de uma maneira estrondosa. Tudo aconteceu muito rápido”, lembra a empreendedora.
Zuzu, assim como sua mãe, sempre presenteou os amigos com seus pudins, mas nunca tinha pensado em fazer disso um negócio. “Uma vez, dei de presente um pudim para uma amiga e ela falou que que eu estava perdendo de ganhar dinheiro com eles. Na hora, até me ofendi, porque eu estava dando algo de presente e ela queria pagar. Não tinha visão nenhuma de que aquilo poderia ser um negócio.” No final da faculdade, um amigo que mora em Brasília acabou fazendo um logo, que ela usa até hoje, a pedido de outra amiga de Zuzu, e, a partir disso, o negócio foi tomando forma. 
A ideia inicial da educadora física era vender o pudim de brigadeiro grande, o único sabor que ela fazia, para restaurantes e cafés, mas quando ela foi comprar as formas, só encontrou tamanhos pequenos. “Comprei e comecei a testar outros sabores para coberturas, pois, até então, eu só fazia de Alpino. Acabei fazendo um pudim de branquinho com coco queimado em cima”, conta Zuzu.
O Pudim da Zuzu começou somente com o sabor brigadeiro, mas, depois de muitos pedidos, ela começou a fazer o tradicional de leite condensado, seguindo também a receita de sua mãe. Mesmo com uma variedade de sabores como branquinho com cobertura de damasco, café, fava de baunilha, Zuzu diz que o mais procurado continua sendo o tradicional, seguido pelo de brigadeiro. Agora, no verão, um outro sabor bastante requisitado tem sido o de iogurte com cobertura de frutas vermelhas. Os pudins vem nos tamanhos família, grande, médio e pequeno, e o valor varia de acordo com o sabor do doce. O tamanho pequeno do tradicional de leite condensado custa R$ 34,00, o médio, R$ 55,00 e R$69,00 o tamanho família. Há, ainda, caixas com minipudins, que partem de R$ 34,00 (com quatro unidades) e vão até R$ 104,00 (com 20 unidades). 
Arquivo Pessoal/Divulgação/JC/
O restaurante não está nos aplicativos de delivery, e os pedidos são feitos diretamente pelo WhatsApp (51 99869.5100). O Pudim da Zuzu funciona todos os dias da semana até às 20h. Para a empreendedora, esse ano foi de crescimento. “O ano de 2020 foi sensacional. O meu movimento dobrou, mesmo em um ano difícil e com muitas perdas. Eu agradeço todos os dias pelo o que está acontecendo na minha vida profissional”, comemora.
Pâmela Maidana

Pâmela Maidana - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Pâmela Maidana

Pâmela Maidana - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário