Vitorya Paulo

Nuh Asian Food aposta em operação enxuta

Fundador do Koh Pee Pee e Thai Mee abre novo restaurante em Porto Alegre

Vitorya Paulo

Nuh Asian Food aposta em operação enxuta

China, Índia, Indonésia, Japão, Malásia, Vietnã. Esses são alguns dos países que inspiram a culinária feita no Nuh Asian Food, em Porto Alegre. Aberto no jardim da casa do sócio Eduardo Sehn, 57, na Cristóvão Colombo, nº 901, o restaurante iniciou a operação no final do mês de outubro e está trabalhando com delivery e atendimento presencial com poucas mesas disponíveis. Fundador dos tradicionais Koh Pee Pee e Thai Mee, também da Capital, na nova empreitada, Eduardo conta com a parceria de Douglas Barcellos, 30, Lucas Costa, 41, e Fernando Ruiz Diaz, 27.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

China, Índia, Indonésia, Japão, Malásia, Vietnã. Esses são alguns dos países que inspiram a culinária feita no Nuh Asian Food, em Porto Alegre. Aberto no jardim da casa do sócio Eduardo Sehn, 57, na Cristóvão Colombo, nº 901, o restaurante iniciou a operação no final do mês de outubro e está trabalhando com delivery e atendimento presencial com poucas mesas disponíveis. Fundador dos tradicionais Koh Pee Pee e Thai Mee, também da Capital, na nova empreitada, Eduardo conta com a parceria de Douglas Barcellos, 30, Lucas Costa, 41, e Fernando Ruiz Diaz, 27.
Conforme Lucas, gestor de gastronomia do Nuh, o menu desenvolvido é enxuto, pensado para funcionar caso o cliente peça a refeição em casa ou no local. "É um processo colaborativo, com novos olhares e pluralidade", afirma, sobre os 10 pratos, que dividem-se entre entrada, principal e sobremesa. Os valores variam entre R$ 35,00 e R$ 78,00, em média. Totalmente envidraçada, o sócio conta que a cozinha do restaurante aproxima os chefs do público com o projeto semanal Cooking Class & Eat, quando o público poderá contratar aulas ao vivo com os profissionais. "Queremos que as pessoas fiquem no balcão e tenham contato direto com o processo de criação e concepção dos pratos", explica. Para essa experiência, o valor irá variar de R$ 250,00 a R$ 350,00 por pessoa.
LUCAS COSTA/NUHASIANFOOD/DIVULGAÇÃO/JC
O empreendimento tem capacidade para atender cerca de 24 mesas, porém, com os protocolos sanitários contra a Covid-19, está operando com 12. O formato limitado do cardápio é refletido no funcionamento do Nuh, afirma Lucas. "Um restaurante grande é pesado, é uma locomotiva russa. Carrega custos muito grandes e regular o padrão é um desafio", opina. Por isso, o modelo de negócio foi desenhado para ser pequeno e com custos fixos mínimos. "Estamos vendo que o simples, o artesanal e o olho no olho é importante", diz.
Auxiliadora, Bela Vista, Bom Fim, Centro Histórico, Cidade Baixa, Floresta, Higienópolis, Independência, Menino Deus, Moinhos de Vento, Mont’Serrat, Praia de Belas, Rio Branco e São Geraldo são os bairros atendidos pelo delivery, que pode ser pedido pelo iFood, Instagram e pelo WhatsApp: (51) 99615-8807. 
Vitorya Paulo

Vitorya Paulo - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Vitorya Paulo

Vitorya Paulo - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário