Vitorya Paulo

Ideia visa rentabilizar as salas quando não estão sendo usadas

Plataforma facilita aluguel de consultórios por hora

Vitorya Paulo

Ideia visa rentabilizar as salas quando não estão sendo usadas

O conceito de compartilhamento é uma tendência crescente nos últimos anos. Tecnologias como Uber Juntos, Airbnb e outras várias usam dessa premissa para alavancar negócios. Foi pensando nisso que os empreendedores Gabriel Baron, 30 anos, Augusto Caye, 24, e Arthur Caye, 29, de Porto Alegre, criaram a N1Office. A empresa tem como objetivo mapear e disponibilizar consultórios e salas profissionais para locação quando estes se encontram vazios. Ginecologia, fisioterapia e fonoaudiologia são algumas das especialidades disponíveis no site da plataforma. 

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

O conceito de compartilhamento é uma tendência crescente nos últimos anos. Tecnologias como Uber Juntos, Airbnb e outras várias usam dessa premissa para alavancar negócios. Foi pensando nisso que os empreendedores Gabriel Baron, 30 anos, Augusto Caye, 24, e Arthur Caye, 29, de Porto Alegre, criaram a N1Office. A empresa tem como objetivo mapear e disponibilizar consultórios e salas profissionais para locação quando estes se encontram vazios. Ginecologia, fisioterapia e fonoaudiologia são algumas das especialidades disponíveis no site da plataforma. 
Conforme o relações públicas Gabriel, a ideia surgiu em 2019, quando Arthur, que é psiquiatra, expôs o dilema de encontrar um imóvel para realizar suas consultas em meio turno ou apenas em um dia da semana. A partir daí, os amigos viraram sócios e desenvolveram a plataforma durante um ano. "No consultório de um psicólogo, o nutricionista, o fisioterapeuta e até o pediatra podem atender", afirma. O objetivo da N1Office, portanto, é rentabilizar os dias vazios na agenda dos profissionais, quando os espaços físicos ficam parados. "A nossa geração vai ser muito mais de compartilhamento do que de ter, realmente", opina o RP. Os valores são definidos pelos proprietários. 
Lançada na primeira semana de setembro, a plataforma inicia em Porto Alegre, mas há previsão de expansão. "Depois disso, queremos ir para algumas cidades-chave, como Pelotas e Caxias do Sul", expõe Gabriel. A expectativa é alta, visto que, durante a pandemia, vários locais ficaram parados. "Nós pesquisamos e não achamos nada tão específico assim no mercado", diz. Sobre os cuidados sanitários contra a Covid-19, os sócios estão preparando uma cartilha de cuidados principais nos espaços, como sempre passar álcool em gel nas cadeiras e mesas depois de utilizar o local. Detalhes em: https://n1office.com/. 
Vitorya Paulo

Vitorya Paulo - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Vitorya Paulo

Vitorya Paulo - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário