Isadora Jacoby

A iniciativa, que nasceu em meio a pandemia, foi uma alternativa para o negócio

Empreendedores criam clube de cerveja de rótulos autorais

Isadora Jacoby

A iniciativa, que nasceu em meio a pandemia, foi uma alternativa para o negócio

A pandemia alterou o rumo de muitos negócios e colocou projetos no banco de reservas. Foi exatamente o que aconteceu com Felipe Knop e Francisco Souza, sócios da Beerlab.Club. Apaixonados pelo universo da bebida e cervejeiros caseiros há 10 anos, como define Felipe, a dupla tirou do papel a vontade de ter uma produção fabril própria de cerveja no início deste ano.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

A pandemia alterou o rumo de muitos negócios e colocou projetos no banco de reservas. Foi exatamente o que aconteceu com Felipe Knop e Francisco Souza, sócios da Beerlab.Club. Apaixonados pelo universo da bebida e cervejeiros caseiros há 10 anos, como define Felipe, a dupla tirou do papel a vontade de ter uma produção fabril própria de cerveja no início deste ano.
Dando os primeiros passos na empreitada, veio a pandemia. No cenário de incertezas e com processos burocráticos mais lentos, segundo Felipe, os sócios, que planejavam abrir um brewpub em frente à fábrica, em Porto Alegre, e criar um berçário para novos cervejeiros, partiram para o plano C: um clube de assinatura de rótulos autorais. "O cervejeiro caseiro não pode vender sem registro, existem muitas regulamentações, então ele poderia terceirizar a produção lá na nossa fábrica para testar se a receita dele é boa, se tem uma boa aderência aos bares, restaurantes, porque depois ele iria para uma cervejaria maior fabricar uma quantidade maior", explica Felipe. Esses planos, em um primeiro momento, foram pausados e deram lugar ao clube de assinatura de cervejas.
"Acabamos trancando todos os planos e indo para o plano C. Já tínhamos essa previsão de lançar o clube de cerveja. Como temos uma planta fabril pequena, que produz pouca quantidade, temos uma maleabilidade de fazer receitas e nunca repetir, se quisermos, já que não temos um grande estoque para consumir. Até por isso que, hoje, nosso clube tem uma limitação de 80 assinaturas, que é o que conseguimos produzir de cada receita", complementa o empreendedor. 
ARQUIVOPESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
Operando desde agosto, o clube tem mensalidade de R$ 59,90 e inclui entrega gratuita em Porto Alegre e em Carazinho. As assinaturas podem ser feitas pelo site (beerlab.club). O assinante recebe, em casa, três latas de 473 ml, com receitas desenvolvidas pelos sócios. Dois dos três rótulos são escolhidos pelos clientes, que recebem uma pesquisa mensal e podem votar nas receitas preferidas. O terceiro é escolhido pelos sócios. "As pessoas participam da escolha do cardápio do mês seguinte porque é um jeito de elas conhecerem o estilo de cerveja que gostam ou não. É muito bom gerar essa experiencia da pessoa conhecer e receber, todos os meses, latas diferentes e ver o que gosta. O clube cria essa experiência para o consumidor e aproveita a nossa planta fabril nesse processo todo", pontua Felipe. 
Com o plano C em prática, a ideia é retomar o berçário de cervejeiros e a construção do pub assim que possível. Felipe explica que foram muitos meses com despesas e sem faturamento, fazendo com que as reservas dos sócios fossem destinadas para a manutenção do negócio. "Pagamos sete, oito meses de aluguel, temos equipamentos de resfriamento que não podem ficar desligados. Todo dinheiro que tínhamos armazenado para outros projetos vamos ter que resgatar mais para frente. Toda nossa reserva acabou indo para conseguir manter o negócio estruturado até a gente conseguir fazer o clube", explica o sócio.
Apesar de reunirem esforços para colocar as outras ideias em prática, o clube acabou conquistando a dupla. "O brewpub vai ficar mais para frente. Quando houver segurança, vamos cogitar começar a obra. A terceirização de berçário está em pé,  mas o clube é nosso carro-chefe, o que vai manter nossas contas funcionando, e o que dá mais prazer para a gente. Conseguimos nos divertir, interagir com as pessoas. Essa construção conjunta com o assinante é muito rica para nós", revela Felipe. 
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Isadora Jacoby

Isadora Jacoby - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário