Isadora Jacoby e Mauro Belo Schneider

Os locais mantêm operações de entrega e retirada, mas não abrem para o público

Movimento contra reabertura se espalha entre bares e cafeterias de Porto Alegre

Isadora Jacoby e Mauro Belo Schneider

Os locais mantêm operações de entrega e retirada, mas não abrem para o público

O decreto publicado na terça-feira (19) pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior que autorizou, a partir da última quarta-feira (20), o funcionamento de bares, restaurantes e lancherias tem gerado celebração em alguns e cautela em outros. De acordo com a publicação, os locais devem operar com 50% da sua capacidade, respeitando o limite de dois metros entre uma mesa e outra. Apesar da autorização de funcionamento pelo decreto nº 20.583, diversos negócios da Capital optaram por permanecerem de portas fechadas.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

O decreto publicado na terça-feira (19) pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior que autorizou, a partir da última quarta-feira (20), o funcionamento de bares, restaurantes e lancherias tem gerado celebração em alguns e cautela em outros. De acordo com a publicação, os locais devem operar com 50% da sua capacidade, respeitando o limite de dois metros entre uma mesa e outra. Apesar da autorização de funcionamento pelo decreto nº 20.583, diversos negócios da Capital optaram por permanecerem de portas fechadas.
É o caso do Café Sala Precisa, ambiente inspirado no universo de Harry Potter que fica no bairro Cidade Baixa. Chara Nery, uma das sócias, explica que o local seguirá operando como nas últimas semanas: com take away e delivery. "Como o nosso setor é de alimentação, as pessoas não poderiam usar máscaras aqui dentro, então decidimos manter o café fechado pra atendimento presencial por enquanto, para preservar a saúde dos nossos funcionários e clientes. A ideia é ir avaliando a situação, mas, por enquanto, vamos manter o delivery e o take away, além de mudarmos o horário de funcionamento. Será das 10h às 13h e das 14h às 19h", afirma Chara. 
Melissa Renz, sócia da hamburgueria Food Lover, conta que também decidiu manter o estabelecimento fechado nesse momento. "Optamos por não abrir por alguns motivos. Um deles é que somos apenas duas pessoas na equipe, e sabemos que é necessário um controle grande de clientes usando máscara para entrar, verificar se as pessoas estão realmente respeitando o distanciamento entre as mesas, e perderíamos facilmente o controle. Além disso, nosso restaurante não tem um espaço grande. Duas ou três mesas já acabam dando uma sensação de estar lotado, deixando os clientes muito perto uns dos outros. Ainda estamos muito inseguros em relação ao vírus, temos familiares que são grupo de risco. Então, por enquanto, decidimos que vamos seguir na tele-entrega e retirada no local, até as coisas melhorarem", explica Melissa.
LUIZA PRADO/JC
Em suas redes sociais, o bar Justo, que fica nas Escadarias da Borges de Medeiros, afirmou que a decisão é baseada no exemplo de outras cidades do mundo, que, ao flexibilizarem esse tipo de ação, acabaram tendo um aumento no número de casos. "Não acreditamos que já seja o momento ideal para reabertura das portas. Diversas cidades ao redor do mundo que fizeram esse tipo de afrouxamento tão cedo tiveram um aumento considerável poucas semanas depois. Fato é que, por dois meses, contribuímos ao máximo para o achatamento da curva de contágio com 100% das atividades paradas. Mesmo com a prefeitura afrouxando o distanciamento cada vez mais, nosso próximo movimento, não em maio, ainda será de serviços sem contato", pontua trecho da publicação. 
REPRODUÇÃO/FACEBOOCK/JC
João Henrique Silva Martins, sócio dos bares Josephynas, na rua João Telles, e Joseph's, na rua André da Rocha, nº 294, explica que os locais seguem fechados para o público por segurança. "O Josephynas se mantém fechado e o Joseph’s, somente take away . Nosso espaço interno é muito pequeno pra seguir as normas de dois metros de distância. Arrisca a nossa saúde e a dos clientes", expõe João.
LUIZA PRADO/JC
A Mark Hambugueria consultou seus clientes, por meio de enquete no Instagram, perguntando se o público se sentia seguro para frequentar bares e restaurantes. 83% respondeu que não. A hamburgueria, então, anunciou que segue de portas fechadas, operando com delivery e take away. "Não é fácil tomar essa decisão, mas depois de muito quebrar a cabeça e conversar com nossos colaboradores, chegamos a essa decisão por uma questão de segurança financeira da empresa e, principalmente, pela segurança de nossos clientes e funcionários. Seguiremos atendendo por tempo indeterminado somente através de delivery e take away, sempre cumprindo todas as exigências necessárias e com muito trabalho e dedicação", afirma o empreendimento em publicação das redes sociais. 
O bar Limonata, na rua Miguel Tostes, nº 457, também se manifestou nas redes sociais ponderando que o momento é de cautela, e que a reabertura depende de uma adaptação para manter a segurança da operação. "O momento exige calma, cautela e cuidados redobrados. Desde o início da pandemia, já acompanhamos os protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS), e passamos a utilizar esse período para trabalhar nas adaptações necessárias para a segurança e conforto de todos. Nossa atividade já está liberada para retomar, no entanto, seguiremos temporariamente fechados, planejando cada detalhe da operação, fazendo todas as adaptações necessárias para reabrir com segurança e, finalmente voltar a fazer aquilo que a gente mais preza: estar com vocês."
O Charlie Brownie, que fechou sua operação permanentemente no bairro Cidade Baixa, aderiu ao posicionamento. "O momento é de administrar perdas e se reinventar. Não conseguimos nos sentir seguros para abrir as portas ao público agora porque é praticamente impossível cumprir com segurança as exigências do decreto, além do que a abertura poderia colocar a saúde da nossa equipe em risco. Temos receio que essa liberação traga mais contaminação e problemas para Porto Alegre e que isso possa levar a um lockdown total com perda de vidas e vidas importam muito. Não estou julgando quem optou pela abertura nem o próprio decreto, apenas manifestando que nós não nos sentimos seguros para lidar com essa possibilidade de abertura", afirma o proprietário do negócio, Tiago Schmitz. 
A unidade da Cidade Baixa da rede Chocólatras deve seguir focando no delivery e take away, como conta a empreendedora Leca Heinzelmann. "Como um negócio alimentício, ainda nos sentimentos inseguros quanto a reabrir o salão. O cumprimento das regras de segurança, como distanciamento e proteção individual dos clientes que precisam se alimentar, é fator decisivo nessa decisão. Trabalhamos muito para nos adequar à realidade do atendimento em delivery e take away. Reabrir agora pode impactar na saúde de todos que cuidamos até aqui. Nossa postura zela inclusive pela comunidade do bairro Cidade Baixa, que vem registrando aumento do movimento nas ruas. Ainda é preciso ter cautela."

Confira lista de outros locais que não estão abertos ao público

- Rocambolo Atelier: De terça-feira a sábado, das 12h às 18h30min, o espaço da rua João Guimarães, nº 369, opera com delivery e take away.
- I Love CB: Segue operando de sexta-feira a domingo, a partir das 17h, com take away. Rua da República, n 695.
- Casa Guandu: De segunda a sexta-feira, o local opera com pegue e busque das 12h às 14h e com entregas das 15h30min às 18h. Rua Mata Bacelar, nº 52.
- Senhorita Margô: A cafeteria da rua Santa Terezinha,nº 306 está funcionando com delivery e take away a partir das 11h30min.
- Mondo Cane: O espaço da rua João Alfredo, nº 325, segue fechado. 
- Olivos 657: O bar segue operando com entrega e retirada na nua da Republica, nº 657.
- Agridoce: Na avenida Sarmento Leite, nº 1024, a cafeteria continua funcionando com delivery e take away.
- Bistro da Travessa: Tele-entrega pelo Goomer e iFood. O espaço fica na Travessa dos Venezianos, nº 25.
- Espaço 900: O local permanece fechado e promove, aos sábados, feijoadas solidárias. Rua José do Patrocínio, nº 900. 
- Olívia Café: A operação está com entregas programadas e preparando novidades para melhorar o take away. Rua Coronel Feijó, nº 948. 
Mandarinier Gastronomia:  De terça-feira a sábado, o espaço funciona com delivery e take away na rua Alberto Torres, nº 228. 
- Studio dos Aromas Bistrô: O delivery do restaurante que fica na rua João Alfredo, nº 549, funciona de terça a sexta-feira.  
- Moa Déli: Entrega e retirada na rua Botafogo, nº 886. Pedidos pelo WhatsApp (51) 3094-6659 e entregas das 12h às 14h.
- Agulha: O bar e casa de shows na rua Conselheiro Camargo, nº 300, segue fechado. Os clientes podem comprar kits oferecidos pelo espaço nas suas redes sociais em parceria com outros empreendimentos da Capital. 
- Café Fon Fon: O espaço da rua Vieira de Castro, nº 22, segue fechado. O café segue fazendo lives em casa e arrecadando doações por meio de conta bancária. Mais informações nas redes sociais. 
- Cervejaria Macuco: O local opera com entrega de cerveja e hamburguer. Os pedidos podem ser feitos pelo Instagram da Macuco ou pelo WhatsApp (51) 98101-7711.
- Céu Bar e Arte: O local da rua General Lima e Silva, nº 1487, segue de portas fechadas, tele-entrega e take away do @rangodoceu, que funciona das 18h às 23h30min.
- Le Grand Burger: A hamburgueria permanece fechada, atendendo por delivery via iFood e também pelo link: www.goomer.app/legrandspecialdelivery.
- Mood to Go:  O local da rua Felipe Camarão, nº 676, segue operando com entrega e take away das 11h30min às 20h. 
- Spoiler: O bar da rua General Lima e Silva, nº 1058, segue fechado para o público e operando com entrega e retirada de drinks aos finais de semana. 
- Paralela: Situado rua Lopo Gonçalves, nº 66, o bar segue fechado e operando com delivery. Pedidos podem ser feitos pelo Instagram e pelo WhatsApp (51) 98219-8734.
- Sambô Sushi: Localizado na rua Fernandes Vieira, nº 502, o local continua fechado, operando por tele-entrega e take away. 
- Temakeria Sushito: A operação segue funcionando apenas com delivery e retirada na rua Liberdade, nº 108, de segunda-feira a sábado a partir das 11h. 
- Baunilha Cupcakes: Na rua Francisco Ferrer, nº 334, o local segue operando com sistema de delivery e take away de segunda a sexta-feira, das 12h às 17h. 
- Red Door: O bar, situado na rua José do Patrocínio, nº 797, decidiu continuar operando apenas com delivery de quinta à domingo, das 18h às 23h30, pelo iFood.
- Vendinha Vegana: Destinada ao comércio de produtos e lanches veganos, o negócio da rua João Alfredo, nº 320, está trabalhando apenas por delivery, via Ifood e Uber Eats, e retirada de produtos.
- Pancho Uruguaio: Funcionando nas Escadarias da Borges de Medeiros, na esquina com a rua Fernando Machado, o negócio está operando apenas com retirada. Pedidos podem ser feitos das 12h às 20h pelo Whatsapp (51) 99164-1248.
- Guernica: Situado na Travessa dos Venezianos, o bar decidiu paralisar toda a operação mesmo com o decreto de liberação, e não dá previsão de volta.
- KSA: Casa de eventos e bar da rua Duque de Caxias, nº 1605, se manterá totalmente fechado.
Mambembe Brew Place e Growler Station:  O bar de bebidas e cervejas artesanais situado na rua Lima e Silva, nº 594, está operando com delivery e take away pelo app próprio, iFood e Whatsapp (51) 99261-4276.
- Santíssimo Café: Restaurante e café da rua Demétrio Ribeiro, nº 907B, está operando apenas com delivery e take away das 11h30 às 14h30. Pedidos podem ser feitos pelo Whatsapp (51) 98254-5250.
- A Toca da Coruja: O bar, que trabalha com chopes, cervejas, vinhos, espumantes e demais bebidas na rua Lima e Silva,. nº 1255, continuará a operação com delivery e take away. O negócio funciona das 14h às 22h de segunda a sábado e, nos domingos, das 10h às 22h. Pedidos podem ser feitos pelo Whatsapp (51) 99394-4824 ou (51) 98060-4519.
- Brizza Forneria: A pizzaria da rua Vinte e Quatro de Outubro, nº 1409, está operando com take away pelo telefone (51) 3573-5539 e delivery pelo iFood, Uber Eats e Rappi. 
- Severo Burguer: O restaurante segue com delivery e take away todos os dias das 12h às 22h sem fechar. Pedidos podem ser feitos pelo iFood ou telefones (51) 3093-2333 e (51) 3398-7598.
Johnny & Julie Café: A cafeteria permanece fechada para o público na rua Vinte e Quatro de Outubro, nº 1681. O delivery e take away ocorrem de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e sábado das 14h às 18h, pelo iFood e Rappi. 
- Café República: Situada na rua da República, nº 358, a cafeteria está sem atendimento presencial. O delivery e take away acontece de segunda a sábado, das 10h30 às 18h, pelo iFood. O cardápio virtual pode ser conferido aqui.
- Chicafundó: O restaurante, situado na Avenida Independência, nº 1005, segue fechado. O take out semanal pode ser pedido de domingo à sexta-feira até às 12:00 e a retirada, no sábado entre 9h e 12h. O cardápio semanal pode ser conferido aqui.
Livia Guzzo Confeitaria: Operando apenas por delivery e take aeay, a confeitaria da rua Dr. Armando Barbedo, nº 602, funciona de terça-feira a sábado. Pedidos podem ser feitos pelo Whatsapp (51) 99326-1144.
- Estômago Café Vegano: A cafeteria está funcionando com encomendas nas terças-feiras até às 22h, e retiradas e teles nas quartas-feiras, das 15h às 17h. Os pedidos podem ser feitos via direct ou WhatsApp (51) 98236-4723.
- Iaiá Bistrô: O restaurante, situado na rua Chavantes, nº 636, funciona das 11h30 às 14h30 com take away. Os pedidos podem ser feitos pelo Whatsapp (51) 99901-3021.
- Piperita Sabores Selecionados: O armazém e café, situado na rua General João Telles, nº 522, está trabalhando com take away e delivery das 13h às 17h30.  Pedidos podem ser feitos pelo telefone (51) 3557 7989 ou Whatsapp (51) 98149-6368
- Donna Laura Doces e Salgados Veganos: O restaurante segue fechado para clientes, mas continua a operação na rua Fernando Machado, n º 1164, via delivery e take away. Os pedidos podem ser feitos pelo telefone (51) 3519-3571.
Quentin's: O local optou por seguir fechado, atendendo apenas por delivery e retirada de produtos na rua General Lima e Silva, nº 918.
- Maria Bolaria: A loja da rua Miguel Tostes, nº 845, está atendendo para retirada e entrega de produtos todos os dias, das 10h às 19h. 
- La Basque: A unidade do Parcão segue operando com tele-entrega através do WhatsApp (51) 99133-9691 e pelos aplicativos Rappi e ifood e com takeaway.
- Restaurante Suprem: O restaurante indiano e vegetariano da rua Santo Antônio, nº 877, no bairro Bom Fim segue atendendo apenas por delivery pelo iFood e com take away com pedidos pelo WhatsApp (51) 99167-9011 ou pelo telefone (51) 3391-8278. 
- Deusa: O bar da rua João Telles, nº 541, segue fechado. 
Dharma Brewpub: O local segue fechado, operando com delivery e take away de segunda a sábado, das 18h às 23h, na rua Dr. Sebastião Leão, nº 188.
Base Biergarten: O bar, especializado em cervejas artesanais, segue fechado. 
Butcher Burger: A hamburgueria segue operando somente com delivery e retirada. Contato pelo WhatsApp (51) 3377-9995.
- Parangolé Bar: O local, que fica na rua General Lima e Silva, nº 240, segue fechado. 
- Cedinho Café: A cafeteria inspirada no universo de Alice no País das Maravilhas segue fechada. 
 

Isadora Jacoby e Mauro Belo Schneider

Receba matérias deste autor

Isadora Jacoby e Mauro Belo Schneider

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário