Luka Pumes

A iniciativa é uma alternativa para manter o funcionamento do negócio especializado em eventos sociais

Empreendedora cria delivery de kits para crianças se distraírem na quarentena

Luka Pumes

A iniciativa é uma alternativa para manter o funcionamento do negócio especializado em eventos sociais

Muitos empreendedores precisaram reinventar seus negócios em virtude da pandemia do novo coronavírus. Com a indicação de isolamento social, o setor de eventos foi diretamente atingido, já que uma das primeiras orientações é evitar aglomerações de pessoas.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

Muitos empreendedores precisaram reinventar seus negócios em virtude da pandemia do novo coronavírus. Com a indicação de isolamento social, o setor de eventos foi diretamente atingido, já que uma das primeiras orientações é evitar aglomerações de pessoas.
Lú Brito, proprietária da Gurizada Faceira, empresa que monta espaços kids em casamentos, formaturas e aniversários, viu sua demanda se extinguir com o cancelamento desses eventos. “Foi bem difícil no começo. Desesperador para quem é empreendedor. Eu teria três eventos na semana seguinte ao início da quarentena. Uma renda que eu contava e não veio. A sensação é de incerteza, mas também de reinvenção. Quando comecei a empreender, foi após um pedido de demissão muito traumático. Durante essa queda, tive que me reinventar na dor também”, conta Lú sobre a adaptação à nova fase.
Foi, então, a hora de criar uma alternativa para passar pela crise. Há um ano, a empreendedora tinha tido a ideia de criar kits lúdicos para serem entregues em casa. A alta demanda de trabalho, no entanto, fez com que o projeto nunca saísse do papel. “Com os eventos acontecendo, nunca consegui validar o produto ou parar para fazer pesquisa de mercado. O projeto inicial era uma caixa de brinquedo, que ainda existe, mas já colocamos em prática essa adaptação”, explica Lú. O kit básico custa R$ 58,00 e é composto por 15 cores de giz de cera, brinquedo de papelão, 12 cores de massinha de modelar, seis cores de tinta guache, um pacote com 100 unidades de folhas branca em tamanho A4, uma folha A4 colorida e uma embalagem para guardar todos os itens. A encomenda dos kits, que podem custar até R$ 120,00, conforme a inclusão de outros brinquedo, pode ser feita pelas redes sociais da Gurizada Faceira. As entregas possuem taxa de R$ 10,00 para a Capital e R$ 20,00 para região metropolitana, e são feitas no dia seguinte ao pagamento.
LU BRITO/ARQUIVO PESSOAL/JC
Ser ativa nas redes sociais foi fundamental para que Lú encontrasse o recorte necessário para o seu produto. “Estou em muitos grupos com mães e via mensagens como ‘20 soluções para brincar com as crianças sem sair de casa’. Nesses conteúdos, sempre tinha giz de cera, palitos, tinta guache. Parece bobo, mas muitos não têm em casa. É uma geração de tela, de celular”, contextualiza. A produção inicial foi de 20 unidades, das quais 13 já foram vendidas. “Tem padrinhos comprando e pedindo para entregar na casa dos afilhados. É aquela coisa do afeto. Do ‘estou longe, mas faz um desenho pra mim’. Fico feliz em contribuir para que as pessoas possam espalhar carinho”, emociona-se.
Sobre o futuro, a empreendedora acredita que seu negócio sairá fortalecido desse momento. “Posso até ter perdas financeiras, mas o contato, conhecer o trabalho, reinventar-se, isso tudo fortalece. O que está sendo colocado na prática era uma vontade de bastante tempo. O balanço é positivo. É bom estar mais próxima das mães. Ajudar o público materno, que é carente de soluções, é algo essencial.”
Luka Pumes

Luka Pumes - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor
Luka Pumes

Luka Pumes - repórter do GeraçãoE

Receba matérias deste autor

Deixe um comentário