Bruno Gonçalves
Bruno Gonçalves

Gente feliz dá lucro

Bruno Gonçalves

Incentivo emocional, feedback positivo e harmonia no ambiente de trabalho são importantes para o bom funcionamento das empresas

Gente feliz dá lucro

Bruno Gonçalves

Incentivo emocional, feedback positivo e harmonia no ambiente de trabalho são importantes para o bom funcionamento das empresas

O universo corporativo moderno está repleto de processos automatizados, mas, o que faz um colaborador se engajar com sus tarefas e ser produtivo de verdade é o alinhamento do propósito de vida dele com o da empresa. E qual é o maior propósito de vida de um ser humano? Ser feliz!
Para atender a esta nova demanda, as empresas precisam ir além das necessidades básicas apontadas pela pirâmide de Maslow - sobrevivência e segurança financeira -, dando mais atenção para as necessidades psicológicas, com um ambiente de trabalho saudável, e a realização pessoal de seu time, com um plano real de carreira.
Esta nova atitude corporativa traz bons frutos. De acordo com pesquisa realizada pela Harvard Business School para cada US$1 dólar investido na felicidade dos colaboradores as empresas têm de US$6 a 12 de retorno. Apesar de tantos benefícios, eu e você sabemos que criar ambientes corporativos felizes é um grande desafio e podemos nos inspirar nas práticas de gestão da Disney para criar uma empresa feliz de dentro para fora.
O primeiro passo se dá no processo seletivo, priorizando mais a pessoa que o seu currículo porque contratar um sorriso e ensinar-lhe a trabalhar é mais fácil do que contratar um trabalhador experiente e ensiná-lo a sorrir. Essa era uma das regras de ouro de Walt Disney, que é comprovada neste mesmo estudo da Harvard Business School que mostra que pessoas felizes são 31% mais produtivas e vendem 37% mais.
O segundo passo é mostrar para seu time a importância do papel de cada um para a manutenção do negócio. Um exemplo que trago para ilustrar é do carrossel da Disneyland, na California, cuja equipe de manutenção é informada que as partes douradas da atração foram pintadas com tinta que contém ouro. Isso gera um compromisso maior pois estão cuidando de uma jóia e a limpeza requer maior atenção.
Por último, destaco uma prática de reforço positivo. Na Disney, o setor que recebe reclamações e elogios dos visitantes repassa para os líderes de departamentos que compartilham os elogios com os funcionários citados por carta, e-mail e outros meios de comunicação. Isto serve para lembrá-los constantemente do bom trabalho que realizam e que fazem parte da magia que acontece diariamente em cada um dos parques da empresa pelo mundo.
Por isso, independente do tamanho do seu negócio, é preciso ter em mente que o incentivo emocional, o feedback positivo e o ambiente de trabalho são tão importantes quanto o salário no final do mês. Agir desse modo dará uma vantagem competitiva ao seu negócio, com atitudes extremamente baratas e que geram um resultado extraordinário.
Bruno Gonçalves
Bruno Gonçalves

Deixe um comentário