AfroPython

AfroPython Conf ocorrerá na UniRitter Iguatemi e conta com palestrantes de todo o país

Primeira conferência nacional de tecnologia voltada para a comunidade negra chega em Porto Alegre

AfroPython

AfroPython Conf ocorrerá na UniRitter Iguatemi e conta com palestrantes de todo o país

O AfroPython, movimento de inclusão e empoderamento de pessoas negras na área de Tecnologia da Informação, realizará neste final de semana (23 e 24/11), em Porto Alegre, a AfroPython Conf, a primeira conferência nacional de tecnologia voltada para a comunidade negra. O evento será na UniRitter Iguatemi (Av. João Wallig, 1800 - Passo d'Areia) e conta com palestrantes de todo o país.

Ops! Este conteúdo é exclusivo para assinantes...

O AfroPython, movimento de inclusão e empoderamento de pessoas negras na área de Tecnologia da Informação, realizará neste final de semana (23 e 24/11), em Porto Alegre, a AfroPython Conf, a primeira conferência nacional de tecnologia voltada para a comunidade negra. O evento será na UniRitter Iguatemi (Av. João Wallig, 1800 - Passo d'Areia) e conta com palestrantes de todo o país.
O objetivo da conferência é colaborar no impulsionamento de profissionais negros no mercado de TI, reunindo pessoas e promovendo ideias e soluções que impactem a sociedade e questionem a pouca diversidade nesse segmento e a falta de uma regulação social neste sentido. Durante dois dias, os participantes poderão acompanhar diversas atividades, como palestras e workshops. O evento ainda contará com o fishbowl sobre negritude e tecnologia, momento de sensibilização e reflexão já tradicional nos encontros promovidos pelo AfroPython. Mais informações sobre o cronograma podem ser conferidas em www.afropythonconf.org.
Conhecido pela realização de workshops de iniciação à programação, o AfroPython tem expandido sua atuação para diversos estados do país. Em 2019, buscando integrar a participação de todas as regiões, o movimento optou por promover a conferência nacional, realizando o principal evento do ano a nível nacional. 
Sobre o movimento
Buscando aumentar a representatividade de pessoas negras dentro da área da tecnologia da informação, o AfroPython surgiu como uma oportunidade de fomentar a inclusão e ascensão profissional de pessoas negras, oferecendo uma oficina de programação totalmente gratuita, para que os participantes aprendam a criar sua primeira aplicação web escrita na linguagem Python. Em novembro de 2017, foi realizada na capital gaúcha a primeira edição do workshop.
Desde o seu início, o movimento AfroPython firmou parcerias com outros movimentos socialmente engajados no combate ao racismo e discriminação racial e esteve presente em diversos eventos de tecnologia, promovendo palestras, participando de aperfeiçoamentos e até na organização de algumas atividades. A iniciativa ganhou força e espalhou-se por outros estados do Brasil. São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Belo Horizonte são algumas das cidades que já receberam eventos. Mais informações sobre a conferência ou sobre o movimento podem ser obtidas pelo e-mail afropython@gmail.com.

Deixe um comentário