Alguns erros são comuns em estratégias nas redes sociais Alguns erros são comuns em estratégias nas redes sociais Foto: /Marvin Meyer

Sete erros comuns em estratégias nas redes sociais

Como você organiza as ações da sua marca nas redes sociais? Se acha que é só divulgar conteúdo nas principais mídias e investir em anúncios sem critério algum, fica com a gente que esse texto é para você.
Separamos aqui os sete erros mais comuns em estratégias nas mídias sociais. Vamos lá?
1 - Não definir as buyer personas
As buyer personas são perfis fictícios dos seus clientes. Elas permitem uma análise detalhada sobre questões comportamentais dos possíveis clientes da sua marca.
Conhecer as necessidades das pessoas que podem se tornar clientes da sua marca é vital para definir a sua comunicação e, consequentemente, impactar o público da forma desejada.
2 - Produção de conteúdo sem planejamento
Sair distribuindo conteúdo em todas as redes sociais é perda de tempo. Uma parte importante do planejamento de conteúdo está na análise do público que se deseja impactar (item 1).
Com essa verificação, você identifica os principais canais utilizados pelo seu público. Assim, a produção de conteúdo nas redes sociais será direcionada aos canais em que as pessoas mais próximas de serem suas clientes estão.
3 - Esquecer o conteúdo em vídeo
Depois de identificar os canais ideais para produção de conteúdo é preciso estabelecer quais formatos serão utilizados. Conteúdos em vídeo são indispensáveis para aumentar o engajamento nas redes sociais, impactando na decisão de compra dos consumidores.
4 - Ações sem segmentação
Assim como distribuir conteúdo em diversas redes sociais pode ser um desperdício de tempo, o mesmo ocorre quando se produz conteúdo sem nenhum tipo de filtro.
Pensando de forma específica nos anúncios feitos nas redes sociais, a segmentação de público é de extrema importância. As formas de filtro envolvem tanto dados cadastrais quanto nível de engajamento do público. O engajamento pode ser relacionado à página das redes sociais ou então interações no site e/ou aplicativo
5 - Não mensurar os resultados das ações
Métricas como envolvimento em publicações, compartilhamento e número de seguidores aumentando são métricas muito importantes, mas não são as únicas.
Não deixe de identificar a efetividade das suas ações. Número de acessos ao site gerado a partir de conteúdo nas redes sociais, cadastro em formulários e download de conteúdo rico são alguns exemplos de métricas relevantes de se considerar.
6 - Ignorar o público
De uma maneira geral, as redes sociais disponibilizam um espaço relevante para que o público compartilhe suas experiências sobre as marcas. Aproveite esse espaço para acompanhar o que as pessoas falam sobre sua marca e, na medida do possível, apresentar feedbacks para elas. Assim, você mostra que a sua empresa está atenta ao que falam sobre ela e disposta a evoluir.
Não esqueça também de dar atenção aos seguidores engajados, respondendo aos comentários deles nos posts e compartilhando tudo que eles divulgarem sobre sua marca.
7 - Mídias sociais apenas para o Marketing
Se engana quem pensa que as redes sociais podem ser utilizadas apenas em benefício do setor de marketing. Pela quantidade de recursos que elas apresentam, outras áreas do seu negócio também podem sair ganhando.
O time de vendas, por exemplo, pode utilizar as redes sociais para identificar possíveis clientes, além de iniciar um contato mais próximo com eles. Já a equipe de relacionamento ganha espaço para um atendimento mais próximo, solucionando dúvidas simples que podem até mesmo ser respondidas de forma automática.
Para saber mais sobre ações nas redes sociais, clique aqui.
Semanalmente a equipe da Dinamize compartilha com os leitores do GeraçãoE dicas de Marketing. Você já fez ou deixou de fazer alguma das ações listadas por aqui? Compartilhe conosco! Tem alguma dúvida ou sugestão? Envie para a gente pelos comentários desta matéria ou pelas redes sociais.
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio