Pássaros voando Foto: Freepik/divulgação/JC

Uma andorinha só não faz verão

Sempre falamos aqui no GeraçãoE sobre a importância do networking. Conhecer, ser conhecido e fortalecer relações com outros empreendedores são pontos essenciais para o sucesso de um negócio. Em alguns casos, no entanto, essa dinâmica não é uma escolha, e sim uma necessidade. É o caso do grupo Empreendedoras da Restinga, história que contamos na página central desta edição. São mulheres que, comandando os mais distintos negócios, sentiram a necessidade de se unir para seguir prosperando.
São atitudes práticas que mostram o poder da troca de experiências. Por lá, a ideia é encontrar quem possa agregar no seu negócio e se unir. Empreendedoras passaram a dividir o mesmo espaço em um panfleto para reduzir custos sem deixar a divulgação de lado. A dona do salão de beleza colocou um mostruário da empreendedora que faz doces em seu espaço para agradar a clientela e, ainda, gerar possíveis novas encomendas para a doceira.
O objetivo é fazer a economia do bairro girar e, para isso, todos os negócios precisam estar crescendo. Por lá, não tem essa de não compartilhar a experiência com medo da concorrência. O discurso está alinhado: a união faz a força. Na hora de empreender, criar conexões e estabelecer uma rede de contatos é fundamental. #reflita
Compartilhe
Seja o primeiro a comentar

Publicidade
Mostre seu Negócio